Talvez você seja apenas uma moça de apenas quinze anos, talvez tenha mais ou talvez tenha menos, você sonha em encontrar aquele homem, um rapaz que você conheça ou que espere conhecer para construir um futuro juntos. Então você passa as tardes assistindo séries românticas ou não. Talvez você goste de filmes românticos ou leia livros românticos e tudo isso te faz pensar que aquilo vai acontecer contigo. Quem sabe você pensa que casar será a solução para o problema que você está enfrentando em casa, você está em crise com sua família, parece que eles não te compreendem, sentindo-se sozinha, talvez ele te entende e quer ser feliz ao seu lado. Eu tenho uma resposta para você. Não! Casar não é a solução, se você casar não se livrará de seus familiares e nem viverá feliz para sempre como nos contos, livros e filmes românticos. Se você pensa que precisa primeiro casar para depois fazer a obra de Deus, está enganada (o), Deus te chama para fazer a obra dele onde você está e com os recursos que tem no momento, Ele é quem capacita. Não pense que um marido vai te dar a liberdade que tanto quer (Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; Gálatas 5:13A), não e não, um marido não é liberdade mas sim uma limitação daquilo que você fazia quando era solteira que não pode mais fazer casada. 
Se você reparar nas pessoas casadas que conhece, verá que quase todas senão todas abandonaram seus sonhos de quando era solteira por se encontrar em outra realidade de quando tinham esses sonhos, são pessoas que abandonaram os sonhos no meio do caminho ou nem começaram a realizá-los e já desistiram para viver a promessa de uma vida feliz ao lado de alguém. Existem aquelas que mesmo depois de casadas vão em busca desses sonhos, só que o desafio e as dificuldades são maiores, pois o tempo é limitado e muitas não tem o apoio de seus parceiros para com seus objetivos. Existem mulheres frustradas, mal amadas por estarem em um relacionamento que não é aquilo que imaginaram e por terem deixado de viver e aproveitar sua vida de solteira, por terem abandonado sonhos, amigos e família por causa de um relacionamento. (Há diferença entre a mulher casada e a virgem. A solteira cuida das coisas do Senhor para ser santa, tanto no corpo como no espírito; porém, a casada cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido.1 Coríntios 7:34) A partir do momento que a mulher casa-se vira duas pessoas em uma, uma só carne, porque se antes ela pensava nela, agora ela tem que pensar nela e no seu marido, ou seja, nos dois e nisso todos os planos mudam, a sua vida muda.
Se você quer casar porque pensa que o casamento vai ser a solução dos seus problemas, carência pensando que vai viver um conto de fadas, esquece! O homem é falho, a carne é fraca e a tentação é grande.
(Por causa dos problemas atuais, penso que é melhor o homem permanecer como está.
I Corintios - 7:26)
Não digo que você não deve casar, eu digo que você não deve casar-se pelo motivo errado, você não deve precipitar-se em casar com alguém porque pensa que seja a solução para algum problema que você está passando, pois não é. (Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra.Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.1 Coríntios 7:7-9)
Paulo mesmo fala para os que não podem se conter, os que os hormônios estão à flor da pele, que casem, mas veja bem porque motivos está casando para não viver infeliz. O mundo prega uma vida fácil e prática, onde tudo se resolve casando, seus pais brigaram com você, case, está triste e sozinha, case, tem vontade de ter filhos, case. Quer ter um futuro com alguém, case. Seus problemas se resolvem orando e não casando. (A oração de um justo é poderosa e eficaz. Tiago 5:16).

O temor do Senhor conduz à vida: Quem o teme pode descansar em paz, livre de problemas.  Provérbios - 19:23





Há momentos na vida que pensamos podermos contar com as pessoas que estão a nossa volta, ficamos felizes quando somos tratados bem, nos sentimos bem quando arranjamos um novo amigo, faz parte pensarmos assim, somos humanos e achamos que o normal é podermos contar com as pessoas sempre, sempre e sempre. Mas na realidade não é assim, somos criados em um sistema cultural de pensamento egoísta onde o interesse próprio é acima do interesse do todo, olhe para sua volta, observe as pessoas que te cercam, repare em suas vidas, metade de seus planos gira em torno de si mesmas, todos os seus projetos é visando o melhor para si mesmos e o próximo? O próximo que se vire, quem sabe outro dia penso nele.
Agora quando falamos de Igreja, não é diferente, como eu disse somos criados no sistema cultural egoísta onde pensar só em nós mesmos é o normal, quando o evangelho chega em contrapartida com nosso pensamento, ideologia, causa confronto com o que somos acostumados a viver. Muitos aceitam e se deixam levar pela mudança proposta pelo evangelho, outros não.  Mesmo as que se deixam serem transformadas pelo evangelho dependem da graça para viver, é algo que se luta todos os dias para viver. Todos os dias o velho homem deseja viver novamente e todos os dias temos que enterrá-lo. Por isso que a Igreja decepciona, a Igreja que é formada por cada um de nós decepciona. Não somos perfeitos, (quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.1 Coríntios 13:10). Eu não posso contar cem por cento com as pessoas, por mais que a pessoa seja boa, que sempre foi leal, sei que não posso contar totalmente, pois quando eu menos esperar posso me decepcionar. Por que as pessoas são falhas, elas estão sendo aperfeiçoadas por Deus, as que permitem Deus aperfeiçoa-las. (Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; Filipenses 1:6).
Tito - 3:8 Certa é esta doutrina, e quero que a ensines com constância e firmeza, para que os que abraçaram a fé em Deus se esforcem por se aperfeiçoar na prática do bem. Isto é bom e útil aos homens.
Sabe, Deus se agrada que mudamos por amor à ele, se agrada que procuremos fazer tudo por amor à ele,  quando amamos Ele somos levados a amar o nosso próximo, mesmo quando esse próximo só te fez mal, você precisa se perdoar e você consegue isso perdoando, se desprendendo dos outros.
A Igreja te decepciona? Isso é para você aprender a não confiar em ninguém além de Deus, isso é para você enxugar suas lágrimas, caso você possua e entregar nas mãos de Deus toda a sua decepção. Se a Igreja que tem a Bíblia como verdade, fala com Deus todos os dias decepciona imagina o mundo? O mundo por si só já é uma decepção. 
Por isso que eu amo Deus, por isso que eu amo quem Deus é, nunca me decepcionará! E da próxima vez que você for querer se decepcionar com pessoas lembre-se em quem te pôs lá na Igreja, lembre-se no Deus que te chama pelo nome e te conhece mais do que você mesmo.
(Congregai-vos para bendizer a Deus! Abençoai ao SENHOR, todos vós que vindes da fonte de Israel. Salmos 68:26).

 


Olá bênçãos!

Como vocês estão? Espero que na paz rs

Bom, fiz uma seleção de músicas que mais estou escutando nas rádios, trouxe para vocês e espero que aprovem...

Meu abrigo - Davi Sacer
Não Temerei - Igreja Batista atitude Central da Barra
A Cruz Vazia - Kleber Lucas
A Casa - Comunidade da Zona Sul
O Retorno do Rei - Anderson Freire
Teu Santo Nome - Gabriela Rocha
Deus do Secreto - Ministério Sarando a Terra Ferida
Galileu - Fernandinho

Desejo um fim de semana abençoado e debaixo da graça de Deus!
Um forte abraço!
A paz do Senhor!

Venha fazer parte você também do nosso grupo no whatsapp, mande uma mensagem em nossas redes sociais e teremos o maior prazer em lhe adicionar.
Facebook: www.facebook.com/ElaECrista
Twitter: @Elaecrista
Instagram: @isabellecosta15 ou @edmara.oliveira.7799


Sabe, nem sempre entendemos o que Deus quer de nós e o que vai acontecer conosco daqui a trinta dias, não sabemos se amanheceremos vivos amanhã ou por quanto tempo vamos passar pela provação. Meu futuro é incerto, coloquei nas mãos de Deus para descansar enquanto Ele vai tomando a direção das coisas, sozinha eu não consigo, eu não posso. Eu só sei de uma coisa, tenho que tomar muito cuidado com minhas escolhas, se eu escolher errado vou colher os frutos depois, sai caro, não compensa. 
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.Jeremias 17:9,10
Iremos colher exatamente aquilo que plantarmos, não adianta eu plantar uvas e querer colher maçãs não é verdade? Se eu plantar egoísmo vou colher egoísmo, se eu plantar rancor vou colher rancor e assim por diante. Nossas escolhas hoje define o que seremos amanhã.
Há momentos em que pensamos que se seguirmos o coração estaremos fazendo o certo, porém o coração nos engana, nos faz confundir as coisas e interpretar errado os sentimentos. Não se iluda com seu coração. Não se iluda com os caminhos que o coração te guiou.  
(Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida. Provérbios 4:23)
Já viu aquelas pessoas que muda toda a sua vida por causa que seu coração mandou fazer tal coisa? Talvez você conheça ou seja uma dessas pessoas, saiba que o seu coração é enganoso e pode te levar ao erro, engano e a escravidão do pecado (Mas, graças a Deus, porque, embora vocês tenham sido escravos do pecado, passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida. Romanos 6:17). Seu coração pode desejar objetos ou alguém para sua própria cobiça, por exemplo, seu coração pode te fazer a cometer um grande erro e acabar com sua vida.
Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e, em troca, darei um coração de carne. Ezequiel 36:26 
 Tem momentos que o nosso coração se endurece e nos impede de receber a graça de Deus em nossa vida, um coração endurecido nos remete a um espírito amargo, uma vida seca e sem felicidade, onde os problemas e as preocupações parecem ser maiores do que tudo. Por isso para receber o Senhor temos que ter um coração quebrantado, disposto a obedecer pois Deus é maior que nossos problemas e preocupações.
Cria em mim um coração puro, ó Deus,
e renova dentro de mim um espírito estável.
Salmos 51:10 






Sabei, pois, que o SENHOR separou para si aquele que lhe é querido; Salmos 4:3A

Uma vez Deus usou uma irmã para me dizer que era para mim se sentir amada, naquele momento eu precisava ouvir isso, estava muito aflita internamente, achando que ninguém me amava, um sentimento de rejeição e abandono. É tão triste se sentir assim, eu sabia que era filha do Deus-pai mas não conseguia me sentir amada como filha, parecia que todos os outros filhos eram mais importantes e amados que eu, um complexo de inferioridade. Esse sentimento vem acompanhado de uma falta de percepção do amor do Pai por nós. Eu me sentia assim e nada fazia eu se sentir amada pelo pai. 
Eu fui percebendo aos poucos, a medida que eu me envolvia com o Pai, o Espírito Santo ia me revelando a minha condição de filha, eu passei a entender que o Senhor me tinha como filha amada e que não abriria mão de mim.  
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo;como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;e nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,para o louvor da glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado;Efésios 1:3-6
 Fomos adotados por Deus como filhos adotivos, recebemos dEle a nossa herança e redenção (Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. Gálatas 4:7) e não existe nada que possamos fazer para merecer isso, Ele nos deu tudo pela graça. Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.1 João 3:1
Se sentir amada por um pai que nunca me abandonará, um pai que suprirá todas as minhas necessidades, o qual me mostrou que é mais fiel que qualquer pessoa que eu possa conhecer. Me deu o direito de ser filha e amada, diferente do que o mundo quer que pensamos, Deus nos recebe com amor e nos ama com um amor incompreensível aos olhos humanos. Se sinta amada, se sinta valorizada, se sinta coberta pela proteção do Pai.
Por onde você for, por todos os lugares pelos quais possa passar, espalhe o amor. Não o amor por mérito segundo o seu julgamento mas o amor sem merecimento, sem razão. Eu sei que não é fácil, eu sei que você vai ser julgada e mal interpretada por aqueles que não compreendem em nada do poder do amor de Deus, por isso não desista. Você é amada!  

 



Sinopse: Vanessa Whaiting é uma jovem cheia de sonhos, apaixonada pela vida, mas que descobre que seus dias estão contados. Ela correrá contra o tempo para fazer dos seus últimos dias, dias de transformação e de fé.
Resenha: Vanessa Whaiting é uma jovem cheia de energia, serva de Deus e repleta de sonhos,  formada na área social, filha de Advogados e uma pessoa maravilhosa. Tudo começa quando ela conhece Luccas, um médico com um trabalho missionário na África, olhos verdes, o tipo de cara que faz com que muitas se apaixonem pela sua beleza física. Depois de algum tempo os dois começam a namorar, quando tudo parecia mil e uma maravilhas Vanessa descobre que estava com câncer e tinha apenas sete meses de vida. Mesmo sabendo que seus dias estavam contados em nenhum momento ela se deixou abater mesmo assim seus amigos e familiares ficaram abalados ao saber da doença dela. Com Vanessa doente, Luccas decide adiantar o seu noivado e casamento poder aproveitar ao máximo os dias que lhe restam com Vanessa. 
Vanessa por sua vez decide fazer com que seus dias transforme a vida de pessoas que não conhece assim como as que conhece. Usando como meio para fazer isso os seus blogs, escrevendo textos e gravando vídeos encorajando outras pessoas e trazendo mensagens de fé por meio de cartas escritas a mão em papel perfumado e entregues pessoalmente as pessoas.
O casamento de Vanessa e Luccas aconteceu, e os dois passaram a viver lindos momentos inesquecíveis juntos, eram uma só carne e a cada dia o amor dos dois só aumentava.  Nesse tempo Vanessa faz a diferença na vida das pessoas, suas cartas começam a fazer efeito na vida das pessoas, livrando-as de tirar suas próprias vidas, livrando-as de cometerem grandes erros e de serem condenadas.
Vanessa tem sua fé provada ao descobrir que uma das suas três melhores amigas não era quem ela pensava, tomada pela inveja, raiva e amargura, Vitória tenta roubar a vida de Vanessa com a intenção de vê a vida da amiga totalmente destruída e Vanessa precisa perdoá-la para receber o perdão divino, no entanto existe uma grande separação entre as duas, um sentimento forte que faz com que fiquem divididas e com a amizade abalada. 
O que mais nos surpreende neste livro e o que faz com que seja diferente dos demais que tratam deste assunto é que Vanessa não luta contra sua doença e em nenhum momento vemos ela procurando tratamento, apesar de que Luccas, seu esposo, liga para diversos médicos afim de que encontre quem sabe uma esperança de vida para ela, mas todas as respostas são negativas e ele precisou lidar com a ideia de que Vanessa estava morrendo e que seus dias com ela seriam poucos. Ela entendia que sua vida aqui na terra era uma missão e que só estava aqui para cumprir o propósito de Deus em sua vida. Em todo o livro vemos a exaltação de Deus, o amor que Vanessa tinha por Deus era enorme e são evidentes nas páginas do livro, no decorrer da história.  Suas amigas inseparáveis, seus familiares e amigos, todos eram de alguma forma impactados com a vida de Vanessa e seu amor pelas pessoas.
O final é surpreendente, pensei que fosse derramar litros ou uma tristeza iria inundar o meu ser, não, este não é um livro triste para pessoas que gostam de sofrer, é um livro que fala sobre como a vida pode ser possível mesmo com a morte. 

Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥

Trechos
"Eu tinha motivos para acordar sorrindo todos os dias, pois descobri que fazer o bem aos outros faz um bem sobrenatural a nós mesmos. Pág 64" 

"Eu me encantava com ele, com sua generosidade, com o seu jeito de tratar os outros e de me tratar. Estava sempre pronto a estender a mão em favor de qualquer pessoa que precisasse de ajuda. Sempre com um sorriso nos lábios. Uma palavra amiga. Ele era uma das pessoas mais humanas que já havia conhecido e o melhor de tudo, era o meu esposo. Pág 177"

"Não aceite as limitações que a vida lhe impõe. Os planos de Deus são maiores que os seus planos, portanto, mesmo que os seus sonhos sejam grandiosos, nunca esqueça que Deus deseja algo muito maior para cada um de nós. Pág 182"

"_ Pedimos milagres a Deus, pedimos forças, porém, o que fazemos? Deus vai mandar chuvas sobre os nossos campos, mas enquanto a chuva não vem, precisamos preparar os campos, arar a terra, para quando a chuva chegar, possamos estar com os campos preparados. Dê o melhor de si, busque forças dentro da sua alma. Não permita que o medo te paralise, pois tudo o que o medo faz é isso. Ele não nos permite continuar. Lembre-se de onde você saiu, veja até onde você chegou. Todo esforço é útil e preciso, quando honramos a Deus com a nossa vida. Ele nos honrará na nossa morte e na nossa vida. Faça o que você tem que fazer e deixe o resto para Deus fazer, assim você não carregará um peso desnecessário e inútil. Deus te deu uma capacidade enorme de influenciar, portanto não desperdice isso, aproveite esse poder e mostre o quanto Deus é importante para você! Pág 257" 


Marcia Cristina Oliveira nasceu no estado do Rio de Janeiro em pleno carnaval  e desde sempre mora em Copacabana no Rio de Janeiro. Apaixonada  desde criança por livros, resolveu escrever a sua própria história e assim fazer história. Além de escritora é empreendedora. Acredita no poder da literatura e na transformação da sociedade através do senso crítico e do respeito ao próximo. Cristã  e mãe de um adolescente vê o seu livro como instrumento de transformação.

Para quem não sabe, o primeiro livro da M.Cristina Oliveira é o Degraus - Uma descida desconhecida, rumo à vitória, fiz a resenha dele aqui.





Olá bênçãos!

Fiz uma seleção de músicas para vocês adicionarem em suas playlists e aproveitarem neste fim de semana. Espero que gostem...

Deus no controle - Eyshila
Você é especial - Daniel e Samuel
Como águia - Bruna Karla
O Grito - Ministério Pedras Vivas
Você mais Deus - Damares
Promessa - Anderson Freire
Eu me arrependo - Eyshila
Pela fé - André Valadão

Espero que gostem...
Tenham um excelente fim de semana!
Um forte abraço!
A paz do Senhor!

Relembrando a novidade do blog! Estamos com um grupo no whatsapp, se desejar fazer parte também, entre em contato conosco através das nossas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ElaECrista
Twitter: @Elaecrista
Instagram: @isabellecosta15 ou @edmara.oliveira.7799


Eu não sou de muitos amigos, sempre tive poucos amigos, eu sempre fui de dois ou três amigos mais próximos e não eram assim amigos grudados, best friend como eu vejo que acontece com algumas pessoas que conheço, nunca tive amigos que pudesse contar como se fossem sangue do meu sangue. Talvez você seja igual a algumas pessoas que eu conheço que tem amigos muito mais chegados que irmãos ou talvez você seja como eu, que vive uma vida monótona, de poucos amigos. Tudo começou em 1999 quando eu era uma criança, e foi quando eu iniciei minha vida escolar, eu ia para a escola como qualquer outra garotinha da minha idade, e foi nessa época que eu descobri quem eram os amigos, na minha rua havia muitos grupos de crianças que brincavam na rua, naquele tempo não tinha celular e o que dirá computador e os pais regulavam a televisão, eu brincava com um grupo de meninas na minha rua mas as amiguinhas eram muito exclusivistas, quando uma criança ganhava brinquedos caros, todo mundo só queria brincar com ela, excluindo os outros, aquelas amigas se uniam e excluíam aqueles amiguinhos que não eram tão legais ou interessantes ao seu ponto de vista, e pasmem, eu era uma excluída. Alguns pais brigavam com seus filhos para me chamarem para as brincadeiras e mesmo assim eu era excluída e ninguém queria brincar comigo, eu era muito tímida e isso me tornava uma criança sem graça aos olhos de muitas das outras crianças. Eu chorava por não ter amigos, eu chorava por não ser popular, eu simplesmente chorava. Principalmente quando falavam, "chamem ela para brincar", "brinquem com ela", "vai lá e brinque com ela". 
Minha adolescência na escola foi mais difícil ainda, na escola havia muitos falsos amigos, eu sempre fazia trabalhos sozinha ou com a turma de excluídos do grupo popular, geralmente os populares na escola são pessoas que se acham muito e esnobam todo o resto que não pertence ao seu grupo. Quando eu pensava que tinha uma amiga, logo depois essa amiga me deixava por causa de outra e eu voltava a andar sozinha, eu queria ter materiais legais, uma bolsa estilosa, algo que fizesse eu ter amigos mas quando eu comprava os materiais do momento e a bolsa da moda, nada disso atraia amigos verdadeiros, pelo contrário atraia amigos falsos que só queriam compartilhar das minhas coisas, andar comigo por um tempo e depois corria atrás de outros amigos. Eu não me encaixava no grupinhos e em todo o recreio parecia que todos sempre notavam a minha solidão. Nessa época eu não havia aceitado Jesus e nem tinha um relacionamento com Deus, nem sabia ao certo o que era isso. Eu me sentia tão sozinha, queria sumir da escola, queria sumir da vida dos meus colegas para sempre, queria ir embora daquela cidade. A falta de amigos para mim era um problema pois em todos os lugares que eu ia, todas as meninas tinha seus amigos e eu não, e sempre me responsabilizavam por não ter amigos, falavam que eu não me enturmava com ninguém (os adultos falavam isso), quando na verdade era as pessoas que não me incluíam em seus rol de amigos. Em todos os lugares os amigos andavam com seus amigos, adolescentes com adolescentes e adultos com adultos e eu sempre sozinha. Foi bem nessa época da adolescência que eu comecei a se voltar a Deus, sabe aqueles momentos que você cai de cara com a realidade e percebe que não pode mais contar com ninguém ? Foi nesses momentos que eu encontrei Deus, eu acabei ficando muito presa a mim, comecei a escrever nesse tempo, no final do ensino Fundamental escrevi um pequeno conto em forma de livrinho para entregar para a professora, aquela historia que falava de um garoto que morava em uma favela no Rio de Janeiro e conseguiu vencer na vida através dos estudos, até eu me surpreendi com a narrativa. Deus me mostrou que Ele em mim venceria todos os obstáculos que eu sozinha não conseguiria. Eu parei de me preocupar com amizades , parei de me importar por não ter tantos amigos, acabei dando graças a Deus por não ter certas amizades em minha vida. Eu havia desistido de ter amigos, desistido de fazer de tudo para que tivesse pessoas da minha idade para conversar e dizer que são meus amigos, comecei a me preocupar com o que eu faria da vida, qual era meu estilo de se vestir, com qualquer coisa menos com o tanto de amigos que eu tinha.
Me converti aos quinze para dezesseis anos, mas meu encontro com Deus tinha ocorrido bem antes, mas foi com essa idade que tomei o primeiro passo de fé, oficializei com o batismo nesse mesmo ano o meu relacionamento com Deus. Era o começo de uma grande caminhada e da chegada do melhor amigo que eu pudesse ter. Na Igreja que me converti nos primeiros momentos me senti amada como nunca, parecia que eram minha família e que eu pudesse contar com eles para tudo. Só que no grupo de adolescentes eu também era excluída, eu e outras garotas, na época, faziam programações só entre eles, os mais chegados e os outros ficavam de fora, cumprimentavam só quem eles gostavam e os outros esnobavam, lembro que aquelas meninas se achavam muito e muitos de seus pais eram iguais, eram as chamadas panelinhas, mas eram panelinhas bem armadas, do tipo que olhavam com olhar esnobe, desprezavam os outros, era horrível, não havia conversão por parte daquelas pessoas, quando existe conversão há amor pelo próximo e respeito. Eu ficava sozinha, estava sozinha, mas eu não era mais sozinha, eu sentia desde aquele tempo a presença do Espírito Santo, eu buscava, lia muito a Bíblia, só ia para a escola e passava o dia inteiro lendo a Bíblia, eu cresci muito pois aprendi como nunca sobre o reino de Deus. Não me importava mais quem era meu amigo, quem não era, a glória de Deus foi tanta que você desiste da amizade dos homens e passei a se apegar com a amizade de Deus. 
Tudo o que nós temos que passar só Deus vai estar lá para nos socorrer, no desespero, na alegria, na ansiedade, em todos os seus momentos, bons ou ruins, Ele estará lá. 
Eu vou onde eu tiver que ir sozinha, quem quiser vim que venha, mas eu vou com meu Deus! 


 


Perdi as contas de quantas vezes me perguntei, por que Deus teve este grande amor por mim, ao ponto de entregar Seu único filho para morrer naquela cruz. Passar por todas aquelas humilhações e sofrimento, se nem mereço. Sou fraca, pecadora. Mas, este amor dEle, não há explicação. É algo dado incondicionalmente.
Quando tranco-me em meu quarto e começo a conversar com Ele, sinto Sua benevolência, Seu cuidado comigo, mesmo sendo tão pequena. Me sinto insignificante, para um Deus tão grandioso, contudo me mostra que sou Sua menina dos olhos. Que meus sonhos e desejos em Suas mão se tornam grandes e possíveis.
Queria poder descrever em palavras o que sinto quando pronuncio esta pequena palavra, com um enorme significado: Deus!
Ei! Mesmo que ache que Ele está esquecido de você, que há pessoas que necessitam muito mais ou que não merece ser lembrado, lhe digo que estais redondamente enganada (o). Ele anseia ouvir teu clamor. Tua oração, mesmo que esta só venha em forma de lágrimas. Cada lágrima que derramamos, possui um significado que somente Ele tem o poder para decifrar.
Sabe, me lembrei agora da parábola do filho pródigo (Lucas 15:11-32). Mesmo tendo deixado seu pai para trás e desejado "saborear" de uma vida fora dos cuidados de quem o amava, quando decidiu voltar, seu pai o recebeu muito bem e até fez festa para sua volta. É, exatamente isto, que Deus fará por você! Mesmo que não sinta-se merecedor, Ele lhe receberá de braços abertos e até festas nos céus haverá para o seu retorno.

Volta hoje mesmo para os braços do Pai!
Ele anseia a Tua Presença!

Relembrando a novidade do blog! Estamos com um grupo no whatsapp, se desejar fazer parte também, entre em contato conosco através das nossas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ElaECrista
Twitter: @Elaecrista
Instagram: @isabellecosta15 ou @edmara.oliveira.7799


Lhe deseja um excelente domingo e uma semana bastante abençoada!
Um forte abraço!
A paz do Senhor!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27/04/2016

O casamento não é a solução

Talvez você seja apenas uma moça de apenas quinze anos, talvez tenha mais ou talvez tenha menos, você sonha em encontrar aquele homem, um rapaz que você conheça ou que espere conhecer para construir um futuro juntos. Então você passa as tardes assistindo séries românticas ou não. Talvez você goste de filmes românticos ou leia livros românticos e tudo isso te faz pensar que aquilo vai acontecer contigo. Quem sabe você pensa que casar será a solução para o problema que você está enfrentando em casa, você está em crise com sua família, parece que eles não te compreendem, sentindo-se sozinha, talvez ele te entende e quer ser feliz ao seu lado. Eu tenho uma resposta para você. Não! Casar não é a solução, se você casar não se livrará de seus familiares e nem viverá feliz para sempre como nos contos, livros e filmes românticos. Se você pensa que precisa primeiro casar para depois fazer a obra de Deus, está enganada (o), Deus te chama para fazer a obra dele onde você está e com os recursos que tem no momento, Ele é quem capacita. Não pense que um marido vai te dar a liberdade que tanto quer (Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; Gálatas 5:13A), não e não, um marido não é liberdade mas sim uma limitação daquilo que você fazia quando era solteira que não pode mais fazer casada. 
Se você reparar nas pessoas casadas que conhece, verá que quase todas senão todas abandonaram seus sonhos de quando era solteira por se encontrar em outra realidade de quando tinham esses sonhos, são pessoas que abandonaram os sonhos no meio do caminho ou nem começaram a realizá-los e já desistiram para viver a promessa de uma vida feliz ao lado de alguém. Existem aquelas que mesmo depois de casadas vão em busca desses sonhos, só que o desafio e as dificuldades são maiores, pois o tempo é limitado e muitas não tem o apoio de seus parceiros para com seus objetivos. Existem mulheres frustradas, mal amadas por estarem em um relacionamento que não é aquilo que imaginaram e por terem deixado de viver e aproveitar sua vida de solteira, por terem abandonado sonhos, amigos e família por causa de um relacionamento. (Há diferença entre a mulher casada e a virgem. A solteira cuida das coisas do Senhor para ser santa, tanto no corpo como no espírito; porém, a casada cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido.1 Coríntios 7:34) A partir do momento que a mulher casa-se vira duas pessoas em uma, uma só carne, porque se antes ela pensava nela, agora ela tem que pensar nela e no seu marido, ou seja, nos dois e nisso todos os planos mudam, a sua vida muda.
Se você quer casar porque pensa que o casamento vai ser a solução dos seus problemas, carência pensando que vai viver um conto de fadas, esquece! O homem é falho, a carne é fraca e a tentação é grande.
(Por causa dos problemas atuais, penso que é melhor o homem permanecer como está.
I Corintios - 7:26)
Não digo que você não deve casar, eu digo que você não deve casar-se pelo motivo errado, você não deve precipitar-se em casar com alguém porque pensa que seja a solução para algum problema que você está passando, pois não é. (Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra.Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.1 Coríntios 7:7-9)
Paulo mesmo fala para os que não podem se conter, os que os hormônios estão à flor da pele, que casem, mas veja bem porque motivos está casando para não viver infeliz. O mundo prega uma vida fácil e prática, onde tudo se resolve casando, seus pais brigaram com você, case, está triste e sozinha, case, tem vontade de ter filhos, case. Quer ter um futuro com alguém, case. Seus problemas se resolvem orando e não casando. (A oração de um justo é poderosa e eficaz. Tiago 5:16).

O temor do Senhor conduz à vida: Quem o teme pode descansar em paz, livre de problemas.  Provérbios - 19:23



25/04/2016

Por que a Igreja decepciona???


Há momentos na vida que pensamos podermos contar com as pessoas que estão a nossa volta, ficamos felizes quando somos tratados bem, nos sentimos bem quando arranjamos um novo amigo, faz parte pensarmos assim, somos humanos e achamos que o normal é podermos contar com as pessoas sempre, sempre e sempre. Mas na realidade não é assim, somos criados em um sistema cultural de pensamento egoísta onde o interesse próprio é acima do interesse do todo, olhe para sua volta, observe as pessoas que te cercam, repare em suas vidas, metade de seus planos gira em torno de si mesmas, todos os seus projetos é visando o melhor para si mesmos e o próximo? O próximo que se vire, quem sabe outro dia penso nele.
Agora quando falamos de Igreja, não é diferente, como eu disse somos criados no sistema cultural egoísta onde pensar só em nós mesmos é o normal, quando o evangelho chega em contrapartida com nosso pensamento, ideologia, causa confronto com o que somos acostumados a viver. Muitos aceitam e se deixam levar pela mudança proposta pelo evangelho, outros não.  Mesmo as que se deixam serem transformadas pelo evangelho dependem da graça para viver, é algo que se luta todos os dias para viver. Todos os dias o velho homem deseja viver novamente e todos os dias temos que enterrá-lo. Por isso que a Igreja decepciona, a Igreja que é formada por cada um de nós decepciona. Não somos perfeitos, (quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.1 Coríntios 13:10). Eu não posso contar cem por cento com as pessoas, por mais que a pessoa seja boa, que sempre foi leal, sei que não posso contar totalmente, pois quando eu menos esperar posso me decepcionar. Por que as pessoas são falhas, elas estão sendo aperfeiçoadas por Deus, as que permitem Deus aperfeiçoa-las. (Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; Filipenses 1:6).
Tito - 3:8 Certa é esta doutrina, e quero que a ensines com constância e firmeza, para que os que abraçaram a fé em Deus se esforcem por se aperfeiçoar na prática do bem. Isto é bom e útil aos homens.
Sabe, Deus se agrada que mudamos por amor à ele, se agrada que procuremos fazer tudo por amor à ele,  quando amamos Ele somos levados a amar o nosso próximo, mesmo quando esse próximo só te fez mal, você precisa se perdoar e você consegue isso perdoando, se desprendendo dos outros.
A Igreja te decepciona? Isso é para você aprender a não confiar em ninguém além de Deus, isso é para você enxugar suas lágrimas, caso você possua e entregar nas mãos de Deus toda a sua decepção. Se a Igreja que tem a Bíblia como verdade, fala com Deus todos os dias decepciona imagina o mundo? O mundo por si só já é uma decepção. 
Por isso que eu amo Deus, por isso que eu amo quem Deus é, nunca me decepcionará! E da próxima vez que você for querer se decepcionar com pessoas lembre-se em quem te pôs lá na Igreja, lembre-se no Deus que te chama pelo nome e te conhece mais do que você mesmo.
(Congregai-vos para bendizer a Deus! Abençoai ao SENHOR, todos vós que vindes da fonte de Israel. Salmos 68:26).

 

23/04/2016

Músicas para o fim de semana

Olá bênçãos!

Como vocês estão? Espero que na paz rs

Bom, fiz uma seleção de músicas que mais estou escutando nas rádios, trouxe para vocês e espero que aprovem...

Meu abrigo - Davi Sacer
Não Temerei - Igreja Batista atitude Central da Barra
A Cruz Vazia - Kleber Lucas
A Casa - Comunidade da Zona Sul
O Retorno do Rei - Anderson Freire
Teu Santo Nome - Gabriela Rocha
Deus do Secreto - Ministério Sarando a Terra Ferida
Galileu - Fernandinho

Desejo um fim de semana abençoado e debaixo da graça de Deus!
Um forte abraço!
A paz do Senhor!

Venha fazer parte você também do nosso grupo no whatsapp, mande uma mensagem em nossas redes sociais e teremos o maior prazer em lhe adicionar.
Facebook: www.facebook.com/ElaECrista
Twitter: @Elaecrista
Instagram: @isabellecosta15 ou @edmara.oliveira.7799

22/04/2016

Não se iluda com o seu coração

Sabe, nem sempre entendemos o que Deus quer de nós e o que vai acontecer conosco daqui a trinta dias, não sabemos se amanheceremos vivos amanhã ou por quanto tempo vamos passar pela provação. Meu futuro é incerto, coloquei nas mãos de Deus para descansar enquanto Ele vai tomando a direção das coisas, sozinha eu não consigo, eu não posso. Eu só sei de uma coisa, tenho que tomar muito cuidado com minhas escolhas, se eu escolher errado vou colher os frutos depois, sai caro, não compensa. 
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.Jeremias 17:9,10
Iremos colher exatamente aquilo que plantarmos, não adianta eu plantar uvas e querer colher maçãs não é verdade? Se eu plantar egoísmo vou colher egoísmo, se eu plantar rancor vou colher rancor e assim por diante. Nossas escolhas hoje define o que seremos amanhã.
Há momentos em que pensamos que se seguirmos o coração estaremos fazendo o certo, porém o coração nos engana, nos faz confundir as coisas e interpretar errado os sentimentos. Não se iluda com seu coração. Não se iluda com os caminhos que o coração te guiou.  
(Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida. Provérbios 4:23)
Já viu aquelas pessoas que muda toda a sua vida por causa que seu coração mandou fazer tal coisa? Talvez você conheça ou seja uma dessas pessoas, saiba que o seu coração é enganoso e pode te levar ao erro, engano e a escravidão do pecado (Mas, graças a Deus, porque, embora vocês tenham sido escravos do pecado, passaram a obedecer de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida. Romanos 6:17). Seu coração pode desejar objetos ou alguém para sua própria cobiça, por exemplo, seu coração pode te fazer a cometer um grande erro e acabar com sua vida.
Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e, em troca, darei um coração de carne. Ezequiel 36:26 
 Tem momentos que o nosso coração se endurece e nos impede de receber a graça de Deus em nossa vida, um coração endurecido nos remete a um espírito amargo, uma vida seca e sem felicidade, onde os problemas e as preocupações parecem ser maiores do que tudo. Por isso para receber o Senhor temos que ter um coração quebrantado, disposto a obedecer pois Deus é maior que nossos problemas e preocupações.
Cria em mim um coração puro, ó Deus,
e renova dentro de mim um espírito estável.
Salmos 51:10 




21/04/2016

Se sinta amada


Sabei, pois, que o SENHOR separou para si aquele que lhe é querido; Salmos 4:3A

Uma vez Deus usou uma irmã para me dizer que era para mim se sentir amada, naquele momento eu precisava ouvir isso, estava muito aflita internamente, achando que ninguém me amava, um sentimento de rejeição e abandono. É tão triste se sentir assim, eu sabia que era filha do Deus-pai mas não conseguia me sentir amada como filha, parecia que todos os outros filhos eram mais importantes e amados que eu, um complexo de inferioridade. Esse sentimento vem acompanhado de uma falta de percepção do amor do Pai por nós. Eu me sentia assim e nada fazia eu se sentir amada pelo pai. 
Eu fui percebendo aos poucos, a medida que eu me envolvia com o Pai, o Espírito Santo ia me revelando a minha condição de filha, eu passei a entender que o Senhor me tinha como filha amada e que não abriria mão de mim.  
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo;como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;e nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,para o louvor da glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado;Efésios 1:3-6
 Fomos adotados por Deus como filhos adotivos, recebemos dEle a nossa herança e redenção (Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. Gálatas 4:7) e não existe nada que possamos fazer para merecer isso, Ele nos deu tudo pela graça. Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.1 João 3:1
Se sentir amada por um pai que nunca me abandonará, um pai que suprirá todas as minhas necessidades, o qual me mostrou que é mais fiel que qualquer pessoa que eu possa conhecer. Me deu o direito de ser filha e amada, diferente do que o mundo quer que pensamos, Deus nos recebe com amor e nos ama com um amor incompreensível aos olhos humanos. Se sinta amada, se sinta valorizada, se sinta coberta pela proteção do Pai.
Por onde você for, por todos os lugares pelos quais possa passar, espalhe o amor. Não o amor por mérito segundo o seu julgamento mas o amor sem merecimento, sem razão. Eu sei que não é fácil, eu sei que você vai ser julgada e mal interpretada por aqueles que não compreendem em nada do poder do amor de Deus, por isso não desista. Você é amada!  

 

13/04/2016

Resenha: Intimidade


Sinopse: Vanessa Whaiting é uma jovem cheia de sonhos, apaixonada pela vida, mas que descobre que seus dias estão contados. Ela correrá contra o tempo para fazer dos seus últimos dias, dias de transformação e de fé.
Resenha: Vanessa Whaiting é uma jovem cheia de energia, serva de Deus e repleta de sonhos,  formada na área social, filha de Advogados e uma pessoa maravilhosa. Tudo começa quando ela conhece Luccas, um médico com um trabalho missionário na África, olhos verdes, o tipo de cara que faz com que muitas se apaixonem pela sua beleza física. Depois de algum tempo os dois começam a namorar, quando tudo parecia mil e uma maravilhas Vanessa descobre que estava com câncer e tinha apenas sete meses de vida. Mesmo sabendo que seus dias estavam contados em nenhum momento ela se deixou abater mesmo assim seus amigos e familiares ficaram abalados ao saber da doença dela. Com Vanessa doente, Luccas decide adiantar o seu noivado e casamento poder aproveitar ao máximo os dias que lhe restam com Vanessa. 
Vanessa por sua vez decide fazer com que seus dias transforme a vida de pessoas que não conhece assim como as que conhece. Usando como meio para fazer isso os seus blogs, escrevendo textos e gravando vídeos encorajando outras pessoas e trazendo mensagens de fé por meio de cartas escritas a mão em papel perfumado e entregues pessoalmente as pessoas.
O casamento de Vanessa e Luccas aconteceu, e os dois passaram a viver lindos momentos inesquecíveis juntos, eram uma só carne e a cada dia o amor dos dois só aumentava.  Nesse tempo Vanessa faz a diferença na vida das pessoas, suas cartas começam a fazer efeito na vida das pessoas, livrando-as de tirar suas próprias vidas, livrando-as de cometerem grandes erros e de serem condenadas.
Vanessa tem sua fé provada ao descobrir que uma das suas três melhores amigas não era quem ela pensava, tomada pela inveja, raiva e amargura, Vitória tenta roubar a vida de Vanessa com a intenção de vê a vida da amiga totalmente destruída e Vanessa precisa perdoá-la para receber o perdão divino, no entanto existe uma grande separação entre as duas, um sentimento forte que faz com que fiquem divididas e com a amizade abalada. 
O que mais nos surpreende neste livro e o que faz com que seja diferente dos demais que tratam deste assunto é que Vanessa não luta contra sua doença e em nenhum momento vemos ela procurando tratamento, apesar de que Luccas, seu esposo, liga para diversos médicos afim de que encontre quem sabe uma esperança de vida para ela, mas todas as respostas são negativas e ele precisou lidar com a ideia de que Vanessa estava morrendo e que seus dias com ela seriam poucos. Ela entendia que sua vida aqui na terra era uma missão e que só estava aqui para cumprir o propósito de Deus em sua vida. Em todo o livro vemos a exaltação de Deus, o amor que Vanessa tinha por Deus era enorme e são evidentes nas páginas do livro, no decorrer da história.  Suas amigas inseparáveis, seus familiares e amigos, todos eram de alguma forma impactados com a vida de Vanessa e seu amor pelas pessoas.
O final é surpreendente, pensei que fosse derramar litros ou uma tristeza iria inundar o meu ser, não, este não é um livro triste para pessoas que gostam de sofrer, é um livro que fala sobre como a vida pode ser possível mesmo com a morte. 

Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥

Trechos
"Eu tinha motivos para acordar sorrindo todos os dias, pois descobri que fazer o bem aos outros faz um bem sobrenatural a nós mesmos. Pág 64" 

"Eu me encantava com ele, com sua generosidade, com o seu jeito de tratar os outros e de me tratar. Estava sempre pronto a estender a mão em favor de qualquer pessoa que precisasse de ajuda. Sempre com um sorriso nos lábios. Uma palavra amiga. Ele era uma das pessoas mais humanas que já havia conhecido e o melhor de tudo, era o meu esposo. Pág 177"

"Não aceite as limitações que a vida lhe impõe. Os planos de Deus são maiores que os seus planos, portanto, mesmo que os seus sonhos sejam grandiosos, nunca esqueça que Deus deseja algo muito maior para cada um de nós. Pág 182"

"_ Pedimos milagres a Deus, pedimos forças, porém, o que fazemos? Deus vai mandar chuvas sobre os nossos campos, mas enquanto a chuva não vem, precisamos preparar os campos, arar a terra, para quando a chuva chegar, possamos estar com os campos preparados. Dê o melhor de si, busque forças dentro da sua alma. Não permita que o medo te paralise, pois tudo o que o medo faz é isso. Ele não nos permite continuar. Lembre-se de onde você saiu, veja até onde você chegou. Todo esforço é útil e preciso, quando honramos a Deus com a nossa vida. Ele nos honrará na nossa morte e na nossa vida. Faça o que você tem que fazer e deixe o resto para Deus fazer, assim você não carregará um peso desnecessário e inútil. Deus te deu uma capacidade enorme de influenciar, portanto não desperdice isso, aproveite esse poder e mostre o quanto Deus é importante para você! Pág 257" 


Marcia Cristina Oliveira nasceu no estado do Rio de Janeiro em pleno carnaval  e desde sempre mora em Copacabana no Rio de Janeiro. Apaixonada  desde criança por livros, resolveu escrever a sua própria história e assim fazer história. Além de escritora é empreendedora. Acredita no poder da literatura e na transformação da sociedade através do senso crítico e do respeito ao próximo. Cristã  e mãe de um adolescente vê o seu livro como instrumento de transformação.

Para quem não sabe, o primeiro livro da M.Cristina Oliveira é o Degraus - Uma descida desconhecida, rumo à vitória, fiz a resenha dele aqui.




08/04/2016

Playlist para o fim de semana

Olá bênçãos!

Fiz uma seleção de músicas para vocês adicionarem em suas playlists e aproveitarem neste fim de semana. Espero que gostem...

Deus no controle - Eyshila
Você é especial - Daniel e Samuel
Como águia - Bruna Karla
O Grito - Ministério Pedras Vivas
Você mais Deus - Damares
Promessa - Anderson Freire
Eu me arrependo - Eyshila
Pela fé - André Valadão

Espero que gostem...
Tenham um excelente fim de semana!
Um forte abraço!
A paz do Senhor!

Relembrando a novidade do blog! Estamos com um grupo no whatsapp, se desejar fazer parte também, entre em contato conosco através das nossas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ElaECrista
Twitter: @Elaecrista
Instagram: @isabellecosta15 ou @edmara.oliveira.7799

06/04/2016

Quando eu desisti da amizade

Eu não sou de muitos amigos, sempre tive poucos amigos, eu sempre fui de dois ou três amigos mais próximos e não eram assim amigos grudados, best friend como eu vejo que acontece com algumas pessoas que conheço, nunca tive amigos que pudesse contar como se fossem sangue do meu sangue. Talvez você seja igual a algumas pessoas que eu conheço que tem amigos muito mais chegados que irmãos ou talvez você seja como eu, que vive uma vida monótona, de poucos amigos. Tudo começou em 1999 quando eu era uma criança, e foi quando eu iniciei minha vida escolar, eu ia para a escola como qualquer outra garotinha da minha idade, e foi nessa época que eu descobri quem eram os amigos, na minha rua havia muitos grupos de crianças que brincavam na rua, naquele tempo não tinha celular e o que dirá computador e os pais regulavam a televisão, eu brincava com um grupo de meninas na minha rua mas as amiguinhas eram muito exclusivistas, quando uma criança ganhava brinquedos caros, todo mundo só queria brincar com ela, excluindo os outros, aquelas amigas se uniam e excluíam aqueles amiguinhos que não eram tão legais ou interessantes ao seu ponto de vista, e pasmem, eu era uma excluída. Alguns pais brigavam com seus filhos para me chamarem para as brincadeiras e mesmo assim eu era excluída e ninguém queria brincar comigo, eu era muito tímida e isso me tornava uma criança sem graça aos olhos de muitas das outras crianças. Eu chorava por não ter amigos, eu chorava por não ser popular, eu simplesmente chorava. Principalmente quando falavam, "chamem ela para brincar", "brinquem com ela", "vai lá e brinque com ela". 
Minha adolescência na escola foi mais difícil ainda, na escola havia muitos falsos amigos, eu sempre fazia trabalhos sozinha ou com a turma de excluídos do grupo popular, geralmente os populares na escola são pessoas que se acham muito e esnobam todo o resto que não pertence ao seu grupo. Quando eu pensava que tinha uma amiga, logo depois essa amiga me deixava por causa de outra e eu voltava a andar sozinha, eu queria ter materiais legais, uma bolsa estilosa, algo que fizesse eu ter amigos mas quando eu comprava os materiais do momento e a bolsa da moda, nada disso atraia amigos verdadeiros, pelo contrário atraia amigos falsos que só queriam compartilhar das minhas coisas, andar comigo por um tempo e depois corria atrás de outros amigos. Eu não me encaixava no grupinhos e em todo o recreio parecia que todos sempre notavam a minha solidão. Nessa época eu não havia aceitado Jesus e nem tinha um relacionamento com Deus, nem sabia ao certo o que era isso. Eu me sentia tão sozinha, queria sumir da escola, queria sumir da vida dos meus colegas para sempre, queria ir embora daquela cidade. A falta de amigos para mim era um problema pois em todos os lugares que eu ia, todas as meninas tinha seus amigos e eu não, e sempre me responsabilizavam por não ter amigos, falavam que eu não me enturmava com ninguém (os adultos falavam isso), quando na verdade era as pessoas que não me incluíam em seus rol de amigos. Em todos os lugares os amigos andavam com seus amigos, adolescentes com adolescentes e adultos com adultos e eu sempre sozinha. Foi bem nessa época da adolescência que eu comecei a se voltar a Deus, sabe aqueles momentos que você cai de cara com a realidade e percebe que não pode mais contar com ninguém ? Foi nesses momentos que eu encontrei Deus, eu acabei ficando muito presa a mim, comecei a escrever nesse tempo, no final do ensino Fundamental escrevi um pequeno conto em forma de livrinho para entregar para a professora, aquela historia que falava de um garoto que morava em uma favela no Rio de Janeiro e conseguiu vencer na vida através dos estudos, até eu me surpreendi com a narrativa. Deus me mostrou que Ele em mim venceria todos os obstáculos que eu sozinha não conseguiria. Eu parei de me preocupar com amizades , parei de me importar por não ter tantos amigos, acabei dando graças a Deus por não ter certas amizades em minha vida. Eu havia desistido de ter amigos, desistido de fazer de tudo para que tivesse pessoas da minha idade para conversar e dizer que são meus amigos, comecei a me preocupar com o que eu faria da vida, qual era meu estilo de se vestir, com qualquer coisa menos com o tanto de amigos que eu tinha.
Me converti aos quinze para dezesseis anos, mas meu encontro com Deus tinha ocorrido bem antes, mas foi com essa idade que tomei o primeiro passo de fé, oficializei com o batismo nesse mesmo ano o meu relacionamento com Deus. Era o começo de uma grande caminhada e da chegada do melhor amigo que eu pudesse ter. Na Igreja que me converti nos primeiros momentos me senti amada como nunca, parecia que eram minha família e que eu pudesse contar com eles para tudo. Só que no grupo de adolescentes eu também era excluída, eu e outras garotas, na época, faziam programações só entre eles, os mais chegados e os outros ficavam de fora, cumprimentavam só quem eles gostavam e os outros esnobavam, lembro que aquelas meninas se achavam muito e muitos de seus pais eram iguais, eram as chamadas panelinhas, mas eram panelinhas bem armadas, do tipo que olhavam com olhar esnobe, desprezavam os outros, era horrível, não havia conversão por parte daquelas pessoas, quando existe conversão há amor pelo próximo e respeito. Eu ficava sozinha, estava sozinha, mas eu não era mais sozinha, eu sentia desde aquele tempo a presença do Espírito Santo, eu buscava, lia muito a Bíblia, só ia para a escola e passava o dia inteiro lendo a Bíblia, eu cresci muito pois aprendi como nunca sobre o reino de Deus. Não me importava mais quem era meu amigo, quem não era, a glória de Deus foi tanta que você desiste da amizade dos homens e passei a se apegar com a amizade de Deus. 
Tudo o que nós temos que passar só Deus vai estar lá para nos socorrer, no desespero, na alegria, na ansiedade, em todos os seus momentos, bons ou ruins, Ele estará lá. 
Eu vou onde eu tiver que ir sozinha, quem quiser vim que venha, mas eu vou com meu Deus! 


 

03/04/2016

Deus tão grande

Perdi as contas de quantas vezes me perguntei, por que Deus teve este grande amor por mim, ao ponto de entregar Seu único filho para morrer naquela cruz. Passar por todas aquelas humilhações e sofrimento, se nem mereço. Sou fraca, pecadora. Mas, este amor dEle, não há explicação. É algo dado incondicionalmente.
Quando tranco-me em meu quarto e começo a conversar com Ele, sinto Sua benevolência, Seu cuidado comigo, mesmo sendo tão pequena. Me sinto insignificante, para um Deus tão grandioso, contudo me mostra que sou Sua menina dos olhos. Que meus sonhos e desejos em Suas mão se tornam grandes e possíveis.
Queria poder descrever em palavras o que sinto quando pronuncio esta pequena palavra, com um enorme significado: Deus!
Ei! Mesmo que ache que Ele está esquecido de você, que há pessoas que necessitam muito mais ou que não merece ser lembrado, lhe digo que estais redondamente enganada (o). Ele anseia ouvir teu clamor. Tua oração, mesmo que esta só venha em forma de lágrimas. Cada lágrima que derramamos, possui um significado que somente Ele tem o poder para decifrar.
Sabe, me lembrei agora da parábola do filho pródigo (Lucas 15:11-32). Mesmo tendo deixado seu pai para trás e desejado "saborear" de uma vida fora dos cuidados de quem o amava, quando decidiu voltar, seu pai o recebeu muito bem e até fez festa para sua volta. É, exatamente isto, que Deus fará por você! Mesmo que não sinta-se merecedor, Ele lhe receberá de braços abertos e até festas nos céus haverá para o seu retorno.

Volta hoje mesmo para os braços do Pai!
Ele anseia a Tua Presença!

Relembrando a novidade do blog! Estamos com um grupo no whatsapp, se desejar fazer parte também, entre em contato conosco através das nossas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ElaECrista
Twitter: @Elaecrista
Instagram: @isabellecosta15 ou @edmara.oliveira.7799


Lhe deseja um excelente domingo e uma semana bastante abençoada!
Um forte abraço!
A paz do Senhor!