Sinopse: Você acredita que sua dor é pior que a dos outros? 
É definido pelo tamanho de sua fortuna?
Ou pensa que sua fama nunca acabará?
Antes de responder sim a essas perguntas, pense na poderosa mensagem de Deus: Não se trata só de você.

Quanto de nosso tempo e esforço empregamos pensando em nós mesmos, em nossas qualidades, comparando-nos uns com os outros e fazendo tudo do nosso jeito? Mesmo nas orações, pedimos por merecidas promoções, mais reconhecimento ou vantagens. Talvez seja uma surpresa para alguns, mas precisamos admitir: o mundo não gira ao nosso redor.
É o egoísmo blindando nosso coração, nos deixando de fora de uma vida centrada em Deus. Nosso super-fortalecido ego não nos deixa ver que a felicidade não está nos bens que possuímos ou na posição que ocupamos. Neste livro, Max Lucado mostra que tirar o foco de nós mesmos e voltá-lo para Deus é a única forma de resgatar uma vida plenamente feliz e enfrentar desafios e dores a que não estamos imunes. Veja sua existência com os olhos do altruísmo e entre em sintonia com os propósitos elevados que Deus reservou para toda a sua criação.

Resenha: Max Lucado nesse livro mostra para nós que Deus está no centro de tudo, nossa família, vida e tudo. Através das páginas desse livro você vai vê que cada um de nós tem uma função única e importante para Deus, cada um é usado de uma maneira única e especial, não devemos nunca deixar de dar a glória e a honra para quem é merecedor dela: Deus. Em "Você não está sozinho" irá perceber o jeito que Deus se comunica e nos ama, um livro repleto de versículos junto com as palavras do escritor que irão mudar a maneira com que você olha para Deus.

A vida não está funcionando. Nós estamos afundando rapidamente. Mas Deus pode nos salvar. E apenas uma mensagem importa. A dele! Nós precisamos ver a glória de Deus.
Max Lucado


Referências

LUCADO, Max. Você não está sozinho: coloque sua vida nas mãos de Deus e alcance a verdadeira felicidade. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil, 2010.



Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16/05/2013

Resenha: Você não está sozinho



Sinopse: Você acredita que sua dor é pior que a dos outros? 
É definido pelo tamanho de sua fortuna?
Ou pensa que sua fama nunca acabará?
Antes de responder sim a essas perguntas, pense na poderosa mensagem de Deus: Não se trata só de você.

Quanto de nosso tempo e esforço empregamos pensando em nós mesmos, em nossas qualidades, comparando-nos uns com os outros e fazendo tudo do nosso jeito? Mesmo nas orações, pedimos por merecidas promoções, mais reconhecimento ou vantagens. Talvez seja uma surpresa para alguns, mas precisamos admitir: o mundo não gira ao nosso redor.
É o egoísmo blindando nosso coração, nos deixando de fora de uma vida centrada em Deus. Nosso super-fortalecido ego não nos deixa ver que a felicidade não está nos bens que possuímos ou na posição que ocupamos. Neste livro, Max Lucado mostra que tirar o foco de nós mesmos e voltá-lo para Deus é a única forma de resgatar uma vida plenamente feliz e enfrentar desafios e dores a que não estamos imunes. Veja sua existência com os olhos do altruísmo e entre em sintonia com os propósitos elevados que Deus reservou para toda a sua criação.

Resenha: Max Lucado nesse livro mostra para nós que Deus está no centro de tudo, nossa família, vida e tudo. Através das páginas desse livro você vai vê que cada um de nós tem uma função única e importante para Deus, cada um é usado de uma maneira única e especial, não devemos nunca deixar de dar a glória e a honra para quem é merecedor dela: Deus. Em "Você não está sozinho" irá perceber o jeito que Deus se comunica e nos ama, um livro repleto de versículos junto com as palavras do escritor que irão mudar a maneira com que você olha para Deus.

A vida não está funcionando. Nós estamos afundando rapidamente. Mas Deus pode nos salvar. E apenas uma mensagem importa. A dele! Nós precisamos ver a glória de Deus.
Max Lucado


Referências

LUCADO, Max. Você não está sozinho: coloque sua vida nas mãos de Deus e alcance a verdadeira felicidade. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil, 2010.


Nenhum comentário:

Postar um comentário