Olá Meninas, vou falar sobre o racismo, hoje em dia é um assunto não tanto discutido na Igreja, porém não precisa nem ser tão discutido lá para se saber que na Bíblia e na sociedade o racismo é algo que não dá para compreender como existem pessoas assim mas por outro lado podemos observar que é uma questão que precisa ser tratada. Na Constituição Federal de 1988, Art. 5, inc.XLII diz o seguinte:  a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei; 
Se formos levar em consideração também que o racismo é um ato de superioridade, como se a cor da pele o eleva a um nível maior e mais importante que o outro por conta da cor da pele. O que sabemos que não é verdade. Porém quem é negro (como eu) sabe que o racismo não é apenas uma conversa sem noção ou de gente que tem mente fraca, que isso não existe e um monte de outras coisas que falam sobre o assunto. A verdade é que o racismo realmente existe, ele está todos os dias no olhar de um branco sobre um negro, em uma disputa intelectual sobre a cor de um significar um grau ou mais de inteligência que o outro. O racismo está presente quando uma criança é criticada e zombada por seu cabelo ser diferente do que a sociedade impõe, o racismo se encontra presente quando um negro é confundido com um faxineiro ( essa é um profissão digna porém não é só negro que é faxineiro), ladrão, assassino. O racismo está presente quando uma aluna é confundida e já imaginam que seja cotista ( pessoas que entram na Universidade através de vagas para negros) por ser negra, o racismo está presente quando pensam que todo negro gosta de funk (nada contra o estilo musical), todo negro se parece e é parente e muitas outras situações que preenchem as matérias em jornais e sites sobre o assunto. Poderia passar horas ou dias citando os casos de racismo, porém esse não é o assunto principal que desejo falar caras leitoras.
Como negra e cristã, me coloco na obrigação de defender alguns princípios, e o primeiro deles é que é inadmissível um cristão ser racista. Afinal de contas Jesus era de que cor mesmo? Tudo indica que ele era negro, pois o lugar onde viveu é um lugar onde as pessoas são negras, é um ambiente onde o sol e a temperatura são quentes. 
E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;
Atos 10:34

Sem contar que ele não faz acepção de pessoas e nem considera um melhor que o outro.
Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. Gálatas 3:28

Não é porque sou negra mas eu amo a minha cor, sou grata a Deus por ter me feito dessa cor, eu amo o meu cabelo e acho ele lindo. Não me acho inferior a nenhuma outra pessoa que seja branca. Na minha opinião existem muitos e muitos negros que estudam, se esforçam e se qualificam e possuem bens, são pessoas de caráter e possuem princípios. Não é a cor da pele que vai dizer se a pessoa vai longe ou se é um bandido. Eu gostaria muito que cada racista se olhasse no espelho e visse que a cor da sua pele não diz qual é o seu nível de QI, que se examinasse por dentro ao invés de examinar as pessoas. Ser negro não é ser diferente, é ser igual a qualquer outra pessoa e possuir a mesma capacidade de alcançar lugares.

Se vocês de fato obedecerem à lei do Reino encontrada na Escritura que diz: "Ame o seu próximo como a si mesmo", estarão agindo corretamente. Mas, se tratarem os outros com parcialidade, estarão cometendo pecado e serão condenados pela Lei como transgressores. 

Tiago 2:8-9





5 Comentários

  1. Eu acho racismo uma palhaçada, mas acho que todos nós seremos julgados e cada um de nos devemos ter plena consciência do que fazemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O racismo é uma palhaçada, falta de consideração com o próximo e muito mais. Seremos sim julgados, por isso devemos aprender a rever nossas atitudes e mudar.

      Excluir
  2. Oii Edmara, tudo bem? :)
    Gostei imenso das suas palavras! Eu não sou negra, mas admiro imenso as pessoas que são e juro, pode parecer até estranho, mas eu sempre quis ser negra! Juro mesmo! Amava ser, digo isso sempre as minhas amigas e elas ficam a pensar que sou louca e que não me aceito assim, mas não é nada disso, sempre achei os negros fortes, não sei... Pode ser parvoíce mas vocês aguentam sempre quando são olhados de lado e eu admiro tanto isso.. E eu sou super branca ahahah Odeio!
    Passa lá no meu blog também, ficarei muito grata! Beijo ♥
    Blog Alexandra's World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, kkkkkk, eu sei como é, eu tenho amigas que já falaram isso que você está dizendo, pois é, nós negros estamos superando o racismo que existe há anos e isso é muito bom, mesmo com tudo isso estamos dando a volta por cima e mostrando para as pessoas que os negros não são inferiores. Bela reflexão a sua!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

17/08/2014

O cristão e o racismo


Olá Meninas, vou falar sobre o racismo, hoje em dia é um assunto não tanto discutido na Igreja, porém não precisa nem ser tão discutido lá para se saber que na Bíblia e na sociedade o racismo é algo que não dá para compreender como existem pessoas assim mas por outro lado podemos observar que é uma questão que precisa ser tratada. Na Constituição Federal de 1988, Art. 5, inc.XLII diz o seguinte:  a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei; 
Se formos levar em consideração também que o racismo é um ato de superioridade, como se a cor da pele o eleva a um nível maior e mais importante que o outro por conta da cor da pele. O que sabemos que não é verdade. Porém quem é negro (como eu) sabe que o racismo não é apenas uma conversa sem noção ou de gente que tem mente fraca, que isso não existe e um monte de outras coisas que falam sobre o assunto. A verdade é que o racismo realmente existe, ele está todos os dias no olhar de um branco sobre um negro, em uma disputa intelectual sobre a cor de um significar um grau ou mais de inteligência que o outro. O racismo está presente quando uma criança é criticada e zombada por seu cabelo ser diferente do que a sociedade impõe, o racismo se encontra presente quando um negro é confundido com um faxineiro ( essa é um profissão digna porém não é só negro que é faxineiro), ladrão, assassino. O racismo está presente quando uma aluna é confundida e já imaginam que seja cotista ( pessoas que entram na Universidade através de vagas para negros) por ser negra, o racismo está presente quando pensam que todo negro gosta de funk (nada contra o estilo musical), todo negro se parece e é parente e muitas outras situações que preenchem as matérias em jornais e sites sobre o assunto. Poderia passar horas ou dias citando os casos de racismo, porém esse não é o assunto principal que desejo falar caras leitoras.
Como negra e cristã, me coloco na obrigação de defender alguns princípios, e o primeiro deles é que é inadmissível um cristão ser racista. Afinal de contas Jesus era de que cor mesmo? Tudo indica que ele era negro, pois o lugar onde viveu é um lugar onde as pessoas são negras, é um ambiente onde o sol e a temperatura são quentes. 
E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;
Atos 10:34

Sem contar que ele não faz acepção de pessoas e nem considera um melhor que o outro.
Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. Gálatas 3:28

Não é porque sou negra mas eu amo a minha cor, sou grata a Deus por ter me feito dessa cor, eu amo o meu cabelo e acho ele lindo. Não me acho inferior a nenhuma outra pessoa que seja branca. Na minha opinião existem muitos e muitos negros que estudam, se esforçam e se qualificam e possuem bens, são pessoas de caráter e possuem princípios. Não é a cor da pele que vai dizer se a pessoa vai longe ou se é um bandido. Eu gostaria muito que cada racista se olhasse no espelho e visse que a cor da sua pele não diz qual é o seu nível de QI, que se examinasse por dentro ao invés de examinar as pessoas. Ser negro não é ser diferente, é ser igual a qualquer outra pessoa e possuir a mesma capacidade de alcançar lugares.

Se vocês de fato obedecerem à lei do Reino encontrada na Escritura que diz: "Ame o seu próximo como a si mesmo", estarão agindo corretamente. Mas, se tratarem os outros com parcialidade, estarão cometendo pecado e serão condenados pela Lei como transgressores. 

Tiago 2:8-9




5 comentários:

  1. Eu acho racismo uma palhaçada, mas acho que todos nós seremos julgados e cada um de nos devemos ter plena consciência do que fazemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O racismo é uma palhaçada, falta de consideração com o próximo e muito mais. Seremos sim julgados, por isso devemos aprender a rever nossas atitudes e mudar.

      Excluir
  2. Oii Edmara, tudo bem? :)
    Gostei imenso das suas palavras! Eu não sou negra, mas admiro imenso as pessoas que são e juro, pode parecer até estranho, mas eu sempre quis ser negra! Juro mesmo! Amava ser, digo isso sempre as minhas amigas e elas ficam a pensar que sou louca e que não me aceito assim, mas não é nada disso, sempre achei os negros fortes, não sei... Pode ser parvoíce mas vocês aguentam sempre quando são olhados de lado e eu admiro tanto isso.. E eu sou super branca ahahah Odeio!
    Passa lá no meu blog também, ficarei muito grata! Beijo ♥
    Blog Alexandra's World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, kkkkkk, eu sei como é, eu tenho amigas que já falaram isso que você está dizendo, pois é, nós negros estamos superando o racismo que existe há anos e isso é muito bom, mesmo com tudo isso estamos dando a volta por cima e mostrando para as pessoas que os negros não são inferiores. Bela reflexão a sua!

      Excluir