Nome: Vitor Leal
Idade: 20
Igreja: Videira

Como você se converteu?


Na verdade, eu sempre caminhei na fé cristã, eu nunca precisei de fato "me converter". Aos 9 anos de idade, eu já frequentada uma igreja, que naquela época era a luz para os povos, e me batizei em 2013 (sim, somente). Mas, me afastei, fiquei um tempo longe da igreja, e retornei no início desse ano, estive no mundo por um tempo, e sofri as consequências de um filho desobediente, já que eu já havia recebido algumas várias profecias.



O que te fez voltar para Deus?


Foi algo tão natural. Um dia eu estava caminhando e passei na porta da igreja á qual eu estava afastado, e algo me incomodou, já que eu tinha algumas pendências com o meu ministério. Chegando lá, eu entrei e disse que queria voltar. Ele pegou na minha mão e me disse "então, agora irei te cumprimentar diferente... a paz do senhor". E depois de dois meses congregando, eu resolvi os assuntos que haviam pendentes entre eu e o pastor da igreja, e estou firme e forte. Atualmente, a igreja é a VIDEIRA, a luz para os povos se fechou em 2009.



Você se lembra do que te fez ficar afastado da Igreja?

O primeiro encontro que eu tive com Deus aconteceu em 2012 em um retiro promovido pela igreja videira. Naquele tempo, foi tudo mil rosas e tudo mais. No fundo da fazenda a onde acontecia o retiro havia uma represa a onde todos foram tomar banho para se divertir. Eu estava sentado na barragem da represa, que ajudava a evitar que a água do lado de lá passasse para onde os meninos estavam. O que aconteceu foi que a barragem quebrou, e eu fui lançado para dentro da represa, a onde eu me afoguei.

Quando eu sai, eu estava todo roxo, juro que senti meu espírito sento entregue para Deus, estava já inconsciente do meu eu. Fui até o pastor pedir ajuda, e ele me disse algo que pode ter sido naturalmente, mas eu não encarei aquilo de forma natural. Ele perguntou o que havia acontecido, e eu disse que havia me afogado, ele perguntou se eu sabia nadar, e eu disse que não, dai ele me disse "rapaz, você é louco ? quem não sabe nadar, nem chega perto da água"

Quando ele disse aquilo, eu abandonei de vez a igreja, e fiquei três anos afastado dela. Porém como eu disse, me senti tocado a resolvi essa questão, e quando eu resolvi, permaneci de vez na igreja, e estou lá até hoje.

Eu havia saído, por que ele simplesmente julgou ele não procurou averiguar os fatos e perguntar o que havia acontecido. Me senti muito mal mesmo, por que eu estava participando do retiro, por que eu precisava de uma comunhão verdadeira, e de estar próximo de quem eu pudesse desabafar.



Em quais momentos você sentiu mais falta de Deus quando estava afastado?

Quando eu estava afastado não somente dos caminhos dele, mas dos meus pais. Eu tive um desvio muito forte sexual, comecei a me relacionar com garotos, e comecei a acatar aquilo para minha vida... O que só me trouxe desgraça, e me destruiu aos poucos, e eu me sentia cada vez mais sozinho, e eu precisava de Deus para poder me acolher, me abraçar, e dizer que tudo iria ficar bem. Por um tempo tudo estava perfeito: Dinheiro, sexo, homens quando eu quisesse, e até mesmo festas. Mas nada disso preenchia o vazio de Deus dentro de mim, nada material preenchia. E a falta que meus pais me faziam me corroía a alma, porque quando eu comecei a me envolver com isso, eu me mudei, e deixei o contato com meus pais. Quando retornei para Deus, ele restaurou-me, e me fez do zero, tudo de novo.



Hoje você gosta de mulher?

Eu sempre gostei. Eu simplesmente passei a me relacionar também com garotos. Era algo muito louco, eu terminava um relacionamento homossexual, e namorava uma garota, era meio que uma bissexualidade. Hoje em dia estou só para Deus, guardado para Deus, me reservando. Esperando em Deus.



Você se sente liberto do homossexualismo?

Eu nunca encarei o homossexualismo algo que precisasse de libertação, até mesmo por que eu acho que é uma forma de comportamento. Alguns dizem de fato terem nascido assim, eu sofri um abuso aos 13 anos de idade e passei a continuar os relacionamentos.

E sim, me sinto liberto. Porque não sinto mais tanto desejo quanto antes, claro que eu sempre me sinto atraído por uns e outros, mas nada que vá me levar de fato para vida que eu levava anteriormente.



Seus pais são cristãos? Qual a influência deles na sua vida cristã?

São em parte. São todos católicos, tenho fé de que irei transforma-los e trazê-los para a reforma. Nenhuma no momento, mas espero um dia ter haha



A Igreja (Templo+pessoas) estão atendendo as suas expectativas de família?

Sim, MUITA ! Atualmente eu moro com meus irmãos da igreja. Vai fazer um mês e pouco. Tem sido uma experiência maravilhosa. E as comunhões são frequentes, tudo isso me anima muito, fora que são todos cristãos, então o clima é maravilhoso.



Qual o seu conhecimento da Bíblia?

Não posso me avaliar em porcentagem. Provérbios :13:3 diz: Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém conhecimento.

É preciso ter sabedoria para lidar com o mundo espiritual. Acho que o meu conhecimento me basta para montar pregações, escrever livros, ministrar em palestras, encontros, retiros, e no que mais eu for chamado.

Atualmente estudo teologia, e estou na introdução á família e pastoreio de crianças.



Pretende ser Pastor?

Um pastor missionário. O meu chamado é missionário, é ir até quem tem sede, ir até quem tem fome da palavra, e alimentar os cativos, os perdidos, e os sedentos da palavra.

Porém uma consagração como missionário me bastaria.



Qual a sua visão a respeito da mulher cristã. Há muitos anos que a Igreja tem uma visão conservadora em relação aos usos de certos tipos de roupa, maquiagem e outros acessórios pelas mulheres, visto que isso tem mudado muito nos dias de hoje, mesmo assim nas Igrejas tem muitos homens que são conservadores em relação a isso, o que você como jovem cristão e futuro influenciador das próximas gerações tem a dizer sobre isso?

Maquiagem, corte de cabelo, tatuagem, véu em orações, plantio durante sete anos em uma mesma terra, são visões que cada um adota para si mesmo. É o Espírito Santo de Deus que tem que nos convencer do pecado, não resolve eu apontar o dedo e te criticar. A mulher cristã que vive dentro da igreja, e não se sente mal com isso, que bom para ela. Mas, o que terei sempre comigo é esta visão : Revelação do Espírito Santo. Como salvação é algo individual e cada um terá que prestar conta de absolutamente tudo o que faz, pensa, ou procura fazer diante do altar de Deus, então que cada um viva segundo a sua revelação, visão e doutrina.

Por mim, não tem problemas. Acho muita religiosidade crucificar os fiéis ou aqueles que tem sede, pelo o que eles fazem, quando o dever de quem está à frente da obra é acolher, pregar, e cuidar.

Você acha pecado ou não o uso de acessórios, maquiagem, corte de cabelo e etc?
Acredito que não. Quando Jesus veio ele mudou muita coisa, e deu novas ordens referentes as quais já estavam escrita. Uma delas é sobre o adultério, antes era só considerado adultério se o homem de fato se deitasse com outra mulher, no novo testamento Jesus já condena todo aquele que olha com um olhar de luxuria para uma mulher, ou seja com olhar de desejo - Mat 5:28. Outro também é "Amem seus amigos, e odeiem os seus inimigos", Jesus, no novo testamento nos diz "Vocês ouviram o que lhe foi lhe dito, amem os seus amigos, e odeiem os seus inimigos, mas eu vos digo "Amem os seus inimigos e orem por aqueles que vos perseguem" - Mat 5:43-44 .
A palavra do novo testamento em 1cor 1:11, nos diz claramente, que o cabelo é a glória da mulher, que ela não deve RASPA-LO.
Mas, não a impede de corta-lo hora alguma.
Acessórios e maquiagem, não deve ser algo muito exagerado, a mulher não deve querer hora alguma aparentar ser desejável ou sensual para outra pessoa além do seu marido. É questão de cada um se avaliar e viver segundo o seu entendimento.
Você exerce algum cargo na Igreja?
Se não pretende ter algum?

Não sei, é tudo pela graça de Deus. Atualmente não tenho cargo algum, mas recebo treinamento para ser líder de célula, mas estou com alguns planos nas mãos de Deus, vai depender tudo da vontade dEle.

Que conselho você deixa para os outros jovens sobre a vida cristã ou até mesmo sobre o mundo?
Busque primeiro o reino de Deus e o discernimento. A vida Espiritual é algo muito sério, não viva como Jesus não fosse voltar. Existiram momentos em que você irá se perguntar "se isso realmente vale a pena" e vai querer abandonar tudo e ir se jogar em festas, bebidas, e até mesmo em coisas muito piores, mas maior é o que está em vós. Seja forte, confie em Deus, caminhe com o coração limpo, e não julgue nunca ninguém, pelo contrário, acolha, ame, discipule, ajude.




Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

24/10/2015

Ele é Cristão: Vitor Leal, 20 anos

Nome: Vitor Leal
Idade: 20
Igreja: Videira

Como você se converteu?


Na verdade, eu sempre caminhei na fé cristã, eu nunca precisei de fato "me converter". Aos 9 anos de idade, eu já frequentada uma igreja, que naquela época era a luz para os povos, e me batizei em 2013 (sim, somente). Mas, me afastei, fiquei um tempo longe da igreja, e retornei no início desse ano, estive no mundo por um tempo, e sofri as consequências de um filho desobediente, já que eu já havia recebido algumas várias profecias.



O que te fez voltar para Deus?


Foi algo tão natural. Um dia eu estava caminhando e passei na porta da igreja á qual eu estava afastado, e algo me incomodou, já que eu tinha algumas pendências com o meu ministério. Chegando lá, eu entrei e disse que queria voltar. Ele pegou na minha mão e me disse "então, agora irei te cumprimentar diferente... a paz do senhor". E depois de dois meses congregando, eu resolvi os assuntos que haviam pendentes entre eu e o pastor da igreja, e estou firme e forte. Atualmente, a igreja é a VIDEIRA, a luz para os povos se fechou em 2009.



Você se lembra do que te fez ficar afastado da Igreja?

O primeiro encontro que eu tive com Deus aconteceu em 2012 em um retiro promovido pela igreja videira. Naquele tempo, foi tudo mil rosas e tudo mais. No fundo da fazenda a onde acontecia o retiro havia uma represa a onde todos foram tomar banho para se divertir. Eu estava sentado na barragem da represa, que ajudava a evitar que a água do lado de lá passasse para onde os meninos estavam. O que aconteceu foi que a barragem quebrou, e eu fui lançado para dentro da represa, a onde eu me afoguei.

Quando eu sai, eu estava todo roxo, juro que senti meu espírito sento entregue para Deus, estava já inconsciente do meu eu. Fui até o pastor pedir ajuda, e ele me disse algo que pode ter sido naturalmente, mas eu não encarei aquilo de forma natural. Ele perguntou o que havia acontecido, e eu disse que havia me afogado, ele perguntou se eu sabia nadar, e eu disse que não, dai ele me disse "rapaz, você é louco ? quem não sabe nadar, nem chega perto da água"

Quando ele disse aquilo, eu abandonei de vez a igreja, e fiquei três anos afastado dela. Porém como eu disse, me senti tocado a resolvi essa questão, e quando eu resolvi, permaneci de vez na igreja, e estou lá até hoje.

Eu havia saído, por que ele simplesmente julgou ele não procurou averiguar os fatos e perguntar o que havia acontecido. Me senti muito mal mesmo, por que eu estava participando do retiro, por que eu precisava de uma comunhão verdadeira, e de estar próximo de quem eu pudesse desabafar.



Em quais momentos você sentiu mais falta de Deus quando estava afastado?

Quando eu estava afastado não somente dos caminhos dele, mas dos meus pais. Eu tive um desvio muito forte sexual, comecei a me relacionar com garotos, e comecei a acatar aquilo para minha vida... O que só me trouxe desgraça, e me destruiu aos poucos, e eu me sentia cada vez mais sozinho, e eu precisava de Deus para poder me acolher, me abraçar, e dizer que tudo iria ficar bem. Por um tempo tudo estava perfeito: Dinheiro, sexo, homens quando eu quisesse, e até mesmo festas. Mas nada disso preenchia o vazio de Deus dentro de mim, nada material preenchia. E a falta que meus pais me faziam me corroía a alma, porque quando eu comecei a me envolver com isso, eu me mudei, e deixei o contato com meus pais. Quando retornei para Deus, ele restaurou-me, e me fez do zero, tudo de novo.



Hoje você gosta de mulher?

Eu sempre gostei. Eu simplesmente passei a me relacionar também com garotos. Era algo muito louco, eu terminava um relacionamento homossexual, e namorava uma garota, era meio que uma bissexualidade. Hoje em dia estou só para Deus, guardado para Deus, me reservando. Esperando em Deus.



Você se sente liberto do homossexualismo?

Eu nunca encarei o homossexualismo algo que precisasse de libertação, até mesmo por que eu acho que é uma forma de comportamento. Alguns dizem de fato terem nascido assim, eu sofri um abuso aos 13 anos de idade e passei a continuar os relacionamentos.

E sim, me sinto liberto. Porque não sinto mais tanto desejo quanto antes, claro que eu sempre me sinto atraído por uns e outros, mas nada que vá me levar de fato para vida que eu levava anteriormente.



Seus pais são cristãos? Qual a influência deles na sua vida cristã?

São em parte. São todos católicos, tenho fé de que irei transforma-los e trazê-los para a reforma. Nenhuma no momento, mas espero um dia ter haha



A Igreja (Templo+pessoas) estão atendendo as suas expectativas de família?

Sim, MUITA ! Atualmente eu moro com meus irmãos da igreja. Vai fazer um mês e pouco. Tem sido uma experiência maravilhosa. E as comunhões são frequentes, tudo isso me anima muito, fora que são todos cristãos, então o clima é maravilhoso.



Qual o seu conhecimento da Bíblia?

Não posso me avaliar em porcentagem. Provérbios :13:3 diz: Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém conhecimento.

É preciso ter sabedoria para lidar com o mundo espiritual. Acho que o meu conhecimento me basta para montar pregações, escrever livros, ministrar em palestras, encontros, retiros, e no que mais eu for chamado.

Atualmente estudo teologia, e estou na introdução á família e pastoreio de crianças.



Pretende ser Pastor?

Um pastor missionário. O meu chamado é missionário, é ir até quem tem sede, ir até quem tem fome da palavra, e alimentar os cativos, os perdidos, e os sedentos da palavra.

Porém uma consagração como missionário me bastaria.



Qual a sua visão a respeito da mulher cristã. Há muitos anos que a Igreja tem uma visão conservadora em relação aos usos de certos tipos de roupa, maquiagem e outros acessórios pelas mulheres, visto que isso tem mudado muito nos dias de hoje, mesmo assim nas Igrejas tem muitos homens que são conservadores em relação a isso, o que você como jovem cristão e futuro influenciador das próximas gerações tem a dizer sobre isso?

Maquiagem, corte de cabelo, tatuagem, véu em orações, plantio durante sete anos em uma mesma terra, são visões que cada um adota para si mesmo. É o Espírito Santo de Deus que tem que nos convencer do pecado, não resolve eu apontar o dedo e te criticar. A mulher cristã que vive dentro da igreja, e não se sente mal com isso, que bom para ela. Mas, o que terei sempre comigo é esta visão : Revelação do Espírito Santo. Como salvação é algo individual e cada um terá que prestar conta de absolutamente tudo o que faz, pensa, ou procura fazer diante do altar de Deus, então que cada um viva segundo a sua revelação, visão e doutrina.

Por mim, não tem problemas. Acho muita religiosidade crucificar os fiéis ou aqueles que tem sede, pelo o que eles fazem, quando o dever de quem está à frente da obra é acolher, pregar, e cuidar.

Você acha pecado ou não o uso de acessórios, maquiagem, corte de cabelo e etc?
Acredito que não. Quando Jesus veio ele mudou muita coisa, e deu novas ordens referentes as quais já estavam escrita. Uma delas é sobre o adultério, antes era só considerado adultério se o homem de fato se deitasse com outra mulher, no novo testamento Jesus já condena todo aquele que olha com um olhar de luxuria para uma mulher, ou seja com olhar de desejo - Mat 5:28. Outro também é "Amem seus amigos, e odeiem os seus inimigos", Jesus, no novo testamento nos diz "Vocês ouviram o que lhe foi lhe dito, amem os seus amigos, e odeiem os seus inimigos, mas eu vos digo "Amem os seus inimigos e orem por aqueles que vos perseguem" - Mat 5:43-44 .
A palavra do novo testamento em 1cor 1:11, nos diz claramente, que o cabelo é a glória da mulher, que ela não deve RASPA-LO.
Mas, não a impede de corta-lo hora alguma.
Acessórios e maquiagem, não deve ser algo muito exagerado, a mulher não deve querer hora alguma aparentar ser desejável ou sensual para outra pessoa além do seu marido. É questão de cada um se avaliar e viver segundo o seu entendimento.
Você exerce algum cargo na Igreja?
Se não pretende ter algum?

Não sei, é tudo pela graça de Deus. Atualmente não tenho cargo algum, mas recebo treinamento para ser líder de célula, mas estou com alguns planos nas mãos de Deus, vai depender tudo da vontade dEle.

Que conselho você deixa para os outros jovens sobre a vida cristã ou até mesmo sobre o mundo?
Busque primeiro o reino de Deus e o discernimento. A vida Espiritual é algo muito sério, não viva como Jesus não fosse voltar. Existiram momentos em que você irá se perguntar "se isso realmente vale a pena" e vai querer abandonar tudo e ir se jogar em festas, bebidas, e até mesmo em coisas muito piores, mas maior é o que está em vós. Seja forte, confie em Deus, caminhe com o coração limpo, e não julgue nunca ninguém, pelo contrário, acolha, ame, discipule, ajude.



Nenhum comentário:

Postar um comentário