Porém, vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, cujo propósito é proclamar as grandezas daquele que vos convocou das trevas para sua maravilhosa luz. 1 Pedro 2:9
 
Não somos como o mundo é, o que somos é apenas um reflexo do que Cristo é, não vivemos para o agora, o hoje, o momentâneo e nem esperamos coisas boas se fazemos apenas coisas erradas, somos estranhos, amamos quando a moda é odiar, perdoamos quando a regra é se vingar, nos alegramos quando era para se entristecer, esperamos quando todos querem agir, confiamos quando o normal é se desesperar,  estendemos a mão quando todos soltam, persistimos quando todos falam para desistirmos, seguimos em frente quando todos voltam atrás, somos estranhos aqui, não somos daqui. 
Somos um povo que espera pelo que ainda não viu, luta pelo que não tem, olha para quem ninguém vê, acredita em quem muitos não acreditam, vive uma vida bendita. Louva a um Deus que o mundo julga conhecer mas poucos escolhem obedecer, vivem uma vida fora de moda, seguimos um homem que marcou a história. 
Em tempos de ódio, em um mundo de guerra, estamos com a paz, Deus nos faz ficar em paz, não brigar, não querer guerra, trazer a paz que só está em Jesus. (Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.João 14:27) Não somos daqui, somos um povo estranho para a forma como é governado esse mundo, somos do céu, somos de Deus, trazemos nossa marca, nossa identidade, nosso Deus a todos aqueles que o escolhem obedecer e servir, repito: não somos daqui.
 O mundo não nos entende, por isso muitas vezes nos julgam, nos condenam e nos apontam, não sabem o quanto para nós vale mais à pena agradar a Deus que aos homens, não entendem que nós queremos Ele e vivemos para Ele.
 
 Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. João 15:19





Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

24/03/2016

Somos estranhos aqui

Porém, vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, cujo propósito é proclamar as grandezas daquele que vos convocou das trevas para sua maravilhosa luz. 1 Pedro 2:9
 
Não somos como o mundo é, o que somos é apenas um reflexo do que Cristo é, não vivemos para o agora, o hoje, o momentâneo e nem esperamos coisas boas se fazemos apenas coisas erradas, somos estranhos, amamos quando a moda é odiar, perdoamos quando a regra é se vingar, nos alegramos quando era para se entristecer, esperamos quando todos querem agir, confiamos quando o normal é se desesperar,  estendemos a mão quando todos soltam, persistimos quando todos falam para desistirmos, seguimos em frente quando todos voltam atrás, somos estranhos aqui, não somos daqui. 
Somos um povo que espera pelo que ainda não viu, luta pelo que não tem, olha para quem ninguém vê, acredita em quem muitos não acreditam, vive uma vida bendita. Louva a um Deus que o mundo julga conhecer mas poucos escolhem obedecer, vivem uma vida fora de moda, seguimos um homem que marcou a história. 
Em tempos de ódio, em um mundo de guerra, estamos com a paz, Deus nos faz ficar em paz, não brigar, não querer guerra, trazer a paz que só está em Jesus. (Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.João 14:27) Não somos daqui, somos um povo estranho para a forma como é governado esse mundo, somos do céu, somos de Deus, trazemos nossa marca, nossa identidade, nosso Deus a todos aqueles que o escolhem obedecer e servir, repito: não somos daqui.
 O mundo não nos entende, por isso muitas vezes nos julgam, nos condenam e nos apontam, não sabem o quanto para nós vale mais à pena agradar a Deus que aos homens, não entendem que nós queremos Ele e vivemos para Ele.
 
 Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. João 15:19




Nenhum comentário:

Postar um comentário