Larissa Thais, 14 anos

Tudo começou mais ou menos na quinta série, pelo menos até onde eu me lembro. Eu sempre fui  diferente das outras meninas. Não estou me gabando ou nada parecido. Eu sempre fui evangélica(nasci no evangelho), e além de tudo, eu não era tão vaidosa quando as outras meninas da minha idade, eu gostava muito de ler e tudo mais(hoje ainda gosto,mas não tenho muito dinheiro para comprar livros e as vezes a preguiça não deixa ler no computador kkk) entre outros fatores. Confesso que sempre fui uma criança 'feiinha' por que,além de não ser vaidosa, eu tinha algumas coisinhas que precisavam ser corrigidas,tipo meus dentes. Até a quarta série eu tinha minhas amiguinhas e tudo mais, normalmente. Quando eu mudei para a quinta série,tive que mudar de escola. Como já haviam pessoas mais velhas, e eu também estava mais crescida, não havia mais a mesma inocência, logo nos primeiros dias de aula alguns colegas disseram coisas muito feias pra mim e isso me machucou muito. Depois de um ano naquela escola, que a proposito eu não havia gostado muito embora tivesse feito bons amigos. Era longe da minha casa então, meus pais acharam melhor tirar eu e minha irmã de lá. Eu fui então, para outro colégio, onde eu comecei a sexta série. Minha irmã foi para outro colégio,então eu fiquei só na nova escola. Uma das minhas melhores amigas estudava lá, então eu me sentia mais segura.Achei que seria melhor e tudo mais,maaas,não foi. Eu gostava de estudar com alguém conhecido, mas era diferente,eu não gostava muito das pessoas de lá,eu era muito imatura para lidar com as adversidades, e os meus colegas eram imaturos também para entender coisas sobre sentimentos. Me sentia muito mal com certas coisas que me diziam,não me dei muito bem com essa escola, e (para variar) eu mudei de escola novamente, fui para a mesma que minha irmã estudava.Fiz uma prova e consegui uma bolsa lá, para honra e glória do Senhor Jesus. Não tinha muito contato com minha irmã,pois nossos intervalos eram em horários diferentes. Comecei a conhecer novas pessoas lá(estudo lá até hoje, sou primeiro ano o/) e foi muito bom,verdadeiros amigos. Embora houvessem aquelas pessoas que me magoaram,foi mais fácil superar. Chorei muitas e muitas vezes por diversos motivos,alguns prefiro não dizer aqui para preservar as pessoas, mas cheguei a cortar meus braços por conta de algumas delas.Nos anos seguintes, eu estava mais madura fisicamente,mas não tanto espiritualmente, o que me fez fraquejar novamente.Me senti feia constantemente e isso me levou a sentir inveja,muita inveja de meninas bonitas. Isso só me levava a deterioração da minha vida espiritual, eu não conseguia sair daquele lamaçal ,e me sentia tão depressiva que não conseguia sair daquela situação. Eu chorava muito,todos os dias, odiava minha imagem do espelho. Me sentia inútil,burra, sentia que Deus não me via,não me ouvia e ficava perguntando por que Ele havia permitido que eu sofresse tanto. Era torturante tantas dúvidas dentro de um único alguém. Eu tentei me manter forte por um tempo,mas logo caí novamente.Percebi que estava procurando força em alguém que praticamente não tinha: eu mesma. Até que um dia, eu estava seriamente pensando em acabar com minha própria vida, então Deus falou comigo e me disse coisas lindas, coisas que eu nem imaginava.Eu não sei falar muito sobre o que Ele me falou, mas foi isso que me fez descobrir quem ELE É! E até hoje eu estou aqui,contando isso a vocês. 



Quer contar o seu testemunho, sua história? Envie para o e-mail: elaecrista@gmail.com e aparecerá aqui no blog. Lembre-se que é para edificar vidas através da sua vida.








6 Comentários

  1. Gostei do depoimento dela, bem intenso!
    Que bom que descobriu em Jesus um caminho de vida.
    Obrigada pela visita Mara e parabéns pela iniciativa dos depoimentos.

    http://detudoumpouco28.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que depoimento bonito! Deus está sempre com agente e as vezes buscamos conforto em outros ou não coisa, quando na verdade só Jesus conforta!
    Bjs,

    www.garimpus.com

    ResponderExcluir
  3. Que bom que encontrou o verdadeiro amigo
    Amei o testemunho, muito triste mas o final lindo
    Bjkas

    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. O/// Lendo mais ou menos esse testemunho,percebi que falta um desfecho maior,mais longo,mas estou esperando o momento para completá-lo :D Obrigada por postar! Deus abençoe muiiito!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que experiêncica marcante com Deus hein.
    Também já tive, e toda vez que estou meio triste, lembro
    de como Deus falou comigo e aí eu enfrento qualque problema, beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Larissa vc é linda!! Deus te ama!!!
    Você é guerreira, nunca se deixe abater por comentário de ninguém pois você é perfeita aos olhos do PAI!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15/08/2013

Testemunho da Leitora: "Minha História"




 Larissa Thais, 14 anos

Tudo começou mais ou menos na quinta série, pelo menos até onde eu me lembro. Eu sempre fui  diferente das outras meninas. Não estou me gabando ou nada parecido. Eu sempre fui evangélica(nasci no evangelho), e além de tudo, eu não era tão vaidosa quando as outras meninas da minha idade, eu gostava muito de ler e tudo mais(hoje ainda gosto,mas não tenho muito dinheiro para comprar livros e as vezes a preguiça não deixa ler no computador kkk) entre outros fatores. Confesso que sempre fui uma criança 'feiinha' por que,além de não ser vaidosa, eu tinha algumas coisinhas que precisavam ser corrigidas,tipo meus dentes. Até a quarta série eu tinha minhas amiguinhas e tudo mais, normalmente. Quando eu mudei para a quinta série,tive que mudar de escola. Como já haviam pessoas mais velhas, e eu também estava mais crescida, não havia mais a mesma inocência, logo nos primeiros dias de aula alguns colegas disseram coisas muito feias pra mim e isso me machucou muito. Depois de um ano naquela escola, que a proposito eu não havia gostado muito embora tivesse feito bons amigos. Era longe da minha casa então, meus pais acharam melhor tirar eu e minha irmã de lá. Eu fui então, para outro colégio, onde eu comecei a sexta série. Minha irmã foi para outro colégio,então eu fiquei só na nova escola. Uma das minhas melhores amigas estudava lá, então eu me sentia mais segura.Achei que seria melhor e tudo mais,maaas,não foi. Eu gostava de estudar com alguém conhecido, mas era diferente,eu não gostava muito das pessoas de lá,eu era muito imatura para lidar com as adversidades, e os meus colegas eram imaturos também para entender coisas sobre sentimentos. Me sentia muito mal com certas coisas que me diziam,não me dei muito bem com essa escola, e (para variar) eu mudei de escola novamente, fui para a mesma que minha irmã estudava.Fiz uma prova e consegui uma bolsa lá, para honra e glória do Senhor Jesus. Não tinha muito contato com minha irmã,pois nossos intervalos eram em horários diferentes. Comecei a conhecer novas pessoas lá(estudo lá até hoje, sou primeiro ano o/) e foi muito bom,verdadeiros amigos. Embora houvessem aquelas pessoas que me magoaram,foi mais fácil superar. Chorei muitas e muitas vezes por diversos motivos,alguns prefiro não dizer aqui para preservar as pessoas, mas cheguei a cortar meus braços por conta de algumas delas.Nos anos seguintes, eu estava mais madura fisicamente,mas não tanto espiritualmente, o que me fez fraquejar novamente.Me senti feia constantemente e isso me levou a sentir inveja,muita inveja de meninas bonitas. Isso só me levava a deterioração da minha vida espiritual, eu não conseguia sair daquele lamaçal ,e me sentia tão depressiva que não conseguia sair daquela situação. Eu chorava muito,todos os dias, odiava minha imagem do espelho. Me sentia inútil,burra, sentia que Deus não me via,não me ouvia e ficava perguntando por que Ele havia permitido que eu sofresse tanto. Era torturante tantas dúvidas dentro de um único alguém. Eu tentei me manter forte por um tempo,mas logo caí novamente.Percebi que estava procurando força em alguém que praticamente não tinha: eu mesma. Até que um dia, eu estava seriamente pensando em acabar com minha própria vida, então Deus falou comigo e me disse coisas lindas, coisas que eu nem imaginava.Eu não sei falar muito sobre o que Ele me falou, mas foi isso que me fez descobrir quem ELE É! E até hoje eu estou aqui,contando isso a vocês. 



Quer contar o seu testemunho, sua história? Envie para o e-mail: elaecrista@gmail.com e aparecerá aqui no blog. Lembre-se que é para edificar vidas através da sua vida.







6 comentários:

  1. Gostei do depoimento dela, bem intenso!
    Que bom que descobriu em Jesus um caminho de vida.
    Obrigada pela visita Mara e parabéns pela iniciativa dos depoimentos.

    http://detudoumpouco28.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que depoimento bonito! Deus está sempre com agente e as vezes buscamos conforto em outros ou não coisa, quando na verdade só Jesus conforta!
    Bjs,

    www.garimpus.com

    ResponderExcluir
  3. Que bom que encontrou o verdadeiro amigo
    Amei o testemunho, muito triste mas o final lindo
    Bjkas

    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. O/// Lendo mais ou menos esse testemunho,percebi que falta um desfecho maior,mais longo,mas estou esperando o momento para completá-lo :D Obrigada por postar! Deus abençoe muiiito!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que experiêncica marcante com Deus hein.
    Também já tive, e toda vez que estou meio triste, lembro
    de como Deus falou comigo e aí eu enfrento qualque problema, beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Larissa vc é linda!! Deus te ama!!!
    Você é guerreira, nunca se deixe abater por comentário de ninguém pois você é perfeita aos olhos do PAI!

    ResponderExcluir