Olá abençoadas!

Estou começando uma série de citações, a cada 15 dias irei aqui postar a história de uma mulher de Deus da bíblia e que considero verdadeiras inspirações. Convido você à acompanhar, pois elas irão lhes edificar bastante.

Bom, hoje vou contar a história da Perseverante Ana.
"Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu. E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha." - 1 Samuel 1:1-2
Ana era uma mulher estéril, como toda mulher ela desejava ter filhos, mas todas as tentativas não eram bem sucedidas. Elcana, seu marido, amava-lhe mas que a sua outra esposa, mas Penina tinha dado-lhe o que Ana não poderia dar: um filho. Quando iam ao templo para orar, Penina não perdia a oportunidade de irritar Ana sempre mostrando-lhe sua fraqueza, ela ficava triste, chorava e perdia até seu apetite.

Numa dessas idas ao templo, desesperada para que Deus ouvisse seu clamor, fez um voto com Ele dizendo:
" Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha." - Samuel 1:11
Ana orava e jejuava incessantemente, sua angústia e seu desespero chegou a tal ponto em que palavras somente eram proferidas de seu coração, de seus lábios apenas movimentos. Seu marido ficou muito mal por vê-la assim e o sacerdote Eli lhe teve por embriagada. Mas explicando-lhes disse:
"Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR. Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora." - 1 Samuel 1:15-16
Após explicar a Eli seu desesperador clamor, ele acalma o coração de Ana.
"Então respondeu Eli: Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste." - 1 Samuel 1:17
Tempos depois, Ana deu à luz a um menino e deu-lhe o nome de Samuel, que quer dizer Pedido à Deus. Ao ser desmamado Ana levou-lhe ao templo do Senhor para que o menino servisse a Deus. Samuel foi ungido sacerdote e sucessor de Eli.


A história de Ana, fala sobre a perseverança de uma mulher que não cansou e nem desistiu de clamar à Deus até ter seu pedido ouvido. Não estou dizendo para agirmos como loucos em busca da nossas benção, mas termos fé até o fim da jornada e confiar que no tempo certo Deus cumprirá o desejo do nosso coração.  

Ore, confie e Persevere.
 
Um forte abraço e a paz do Senhor!
 


2 Comentários

  1. Ana foi exemplo de perseverança, a vida de oração dela deveria ser seguida por todos nós.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade!
      Um forte abraço Isa!
      Agradeço sua visita!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

31/05/2014

Perseverante Ana


Olá abençoadas!

Estou começando uma série de citações, a cada 15 dias irei aqui postar a história de uma mulher de Deus da bíblia e que considero verdadeiras inspirações. Convido você à acompanhar, pois elas irão lhes edificar bastante.

Bom, hoje vou contar a história da Perseverante Ana.
"Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu. E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha." - 1 Samuel 1:1-2
Ana era uma mulher estéril, como toda mulher ela desejava ter filhos, mas todas as tentativas não eram bem sucedidas. Elcana, seu marido, amava-lhe mas que a sua outra esposa, mas Penina tinha dado-lhe o que Ana não poderia dar: um filho. Quando iam ao templo para orar, Penina não perdia a oportunidade de irritar Ana sempre mostrando-lhe sua fraqueza, ela ficava triste, chorava e perdia até seu apetite.

Numa dessas idas ao templo, desesperada para que Deus ouvisse seu clamor, fez um voto com Ele dizendo:
" Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha." - Samuel 1:11
Ana orava e jejuava incessantemente, sua angústia e seu desespero chegou a tal ponto em que palavras somente eram proferidas de seu coração, de seus lábios apenas movimentos. Seu marido ficou muito mal por vê-la assim e o sacerdote Eli lhe teve por embriagada. Mas explicando-lhes disse:
"Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR. Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora." - 1 Samuel 1:15-16
Após explicar a Eli seu desesperador clamor, ele acalma o coração de Ana.
"Então respondeu Eli: Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste." - 1 Samuel 1:17
Tempos depois, Ana deu à luz a um menino e deu-lhe o nome de Samuel, que quer dizer Pedido à Deus. Ao ser desmamado Ana levou-lhe ao templo do Senhor para que o menino servisse a Deus. Samuel foi ungido sacerdote e sucessor de Eli.


A história de Ana, fala sobre a perseverança de uma mulher que não cansou e nem desistiu de clamar à Deus até ter seu pedido ouvido. Não estou dizendo para agirmos como loucos em busca da nossas benção, mas termos fé até o fim da jornada e confiar que no tempo certo Deus cumprirá o desejo do nosso coração.  

Ore, confie e Persevere.
 
Um forte abraço e a paz do Senhor!
 

2 comentários:

  1. Ana foi exemplo de perseverança, a vida de oração dela deveria ser seguida por todos nós.
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade!
      Um forte abraço Isa!
      Agradeço sua visita!

      Excluir