Olá abençoadas! Como foi sua semana? Espero que ótima...

Bom, para continuar a minha serie de citações vou contar a historia da bondosa Rute. Em minha opinião uma das mais inspiradoras e abençoada história.

Uma mulher chamada Noemi, casada com Elimeleque. Seu marido morre e ela fica só para cuidar de seus filhos: Malom e Quilom. Eles tomam para si duas mulheres moabitas. O nome de uma delas é Órfa e da outra Rute. Mas um tempo depois ambos seus filhos também morrem deixando sua mãe e suas esposas desamparadas. Noemi decidi voltar para os sua terra natal: Judéia.

Noemi disse às suas noras para que voltassem para a casa de suas famílias. Mas elas não queriam, desejavam acompanhá-la. Porém Noemi insistiu que elas voltassem, Órfa então voltou para sua terra, mas Rute demonstrou que estava resolvida a permanecer com ela.

Ao chegar em Judéia, Rute pedi permissão a Noemi para ir ao campo apanhar espigas para alimentá-las. Ela acaba, por sorte, indo ao campo de Boaz, parente de seu esposo.

Um dia em uma visita ao seus campo, Boaz avista aquela bela mulher e pergunta a seu servo quem é. Ele lhe responde que é a nora moabita de Noemi. Ele pedi que avise aos homens, que ali trabalham, para respeitá-la e que deixem cair alguns bocados de trigo pelo caminho.

No fim do dia, Rute volta para casa e mostra a sua sogra o resultado de seus esforços e a mesma fica abismada com a quantidade e pergunta em que campo colheu e ela responde que foi nos campos de Boaz. Noemi conta-lhe que ele é parente de seu marido e a convence a contar a ele, assim livrando Rute da vida que ambas estão levando. Naqueles tempos havia uma lei: quando uma mulher fica viúva o parente mais próximo do marido tem a obrigação de aceita-la como esposa.

Boaz, por sua vez, ficou feliz com as boas novas e estava disposto a fazer o que fosse preciso para poder tê-la como esposa. Mas ele seria é a “segunda” opção para cumprir com esta lei. Sabendo que o parente que teria a obrigação de cumprir com esta lei é avarento, Boaz começa a inventar e diz que para casar-se com ela será necessário comprar algumas terras e dá-la o que pedir. Para a felicidade de ambos, o avarento acaba desistindo do seu “direito”.


O fim da historia é que Rute casar-se com Boaz e dá, posteriormente, a luz a um filho chamado Obede, pai de Jesse e avô de Davi.

O que chamou a atenção de Boaz por Rute não foi somente sua beleza, mas também a sua benevolência para com Noemi. Ela escolheu ir morar em uma terra que não conhecia, com uma mulher que não tinha nem com se sustentar, mas devido sua escolha Deus a abençoa com um bom esposo e um filho que se deu a descendência de Israel.

Esta história, não é voltada somente para a bondade de Rute. Ela perdeu o seu marido e fez o que poucas pessoas fariam, não se desesperou e escolheu seguir sua sogra e se aventurar em uma vida que não sabia o que poderia lhe acontecer. Precisamos agir como Rute, no meio as crises das nossas vidas confiarmos em Deus e crermos que Ele estará conosco em todos os momentos, nos maus e bons dias.

"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça." - Isaías 41:10

Creia em Deus, independente do que você esteja passando!

Espero que esta história tenha te inspirado, como a mim também.

Quem quiser entra em contato comigo, para algum conselho, pedido de oração e até mesmo um ideia, pode enviar-me um e-mail para: bellinha-costa@hotmail.com.

Para quem não leu as outras história desta série citações: Mulheres da Bíblia. Clique aqui

Um forte abraço e a paz do Senhor!


3 Comentários

  1. Uma bela história mesmo... mas, das mulheres da bíblia, a minha favorita é Ester.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nana! Que bom que gostou... A história de dela é outra que admiro, já até falei sobre ela... Se puder leia e deixe um comentário.
      www.elaecrista.com/2014/06/a-fiel-ester.html
      Um forte abraço.
      Agradeço sua visita!

      Excluir
  2. Que história linda, não sabia que a vida de Rute tinha sido assim, adorei saber!
    Beijos!
    www.mahmaquiagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27/06/2014

A Bondosa Rute


Olá abençoadas! Como foi sua semana? Espero que ótima...

Bom, para continuar a minha serie de citações vou contar a historia da bondosa Rute. Em minha opinião uma das mais inspiradoras e abençoada história.

Uma mulher chamada Noemi, casada com Elimeleque. Seu marido morre e ela fica só para cuidar de seus filhos: Malom e Quilom. Eles tomam para si duas mulheres moabitas. O nome de uma delas é Órfa e da outra Rute. Mas um tempo depois ambos seus filhos também morrem deixando sua mãe e suas esposas desamparadas. Noemi decidi voltar para os sua terra natal: Judéia.

Noemi disse às suas noras para que voltassem para a casa de suas famílias. Mas elas não queriam, desejavam acompanhá-la. Porém Noemi insistiu que elas voltassem, Órfa então voltou para sua terra, mas Rute demonstrou que estava resolvida a permanecer com ela.

Ao chegar em Judéia, Rute pedi permissão a Noemi para ir ao campo apanhar espigas para alimentá-las. Ela acaba, por sorte, indo ao campo de Boaz, parente de seu esposo.

Um dia em uma visita ao seus campo, Boaz avista aquela bela mulher e pergunta a seu servo quem é. Ele lhe responde que é a nora moabita de Noemi. Ele pedi que avise aos homens, que ali trabalham, para respeitá-la e que deixem cair alguns bocados de trigo pelo caminho.

No fim do dia, Rute volta para casa e mostra a sua sogra o resultado de seus esforços e a mesma fica abismada com a quantidade e pergunta em que campo colheu e ela responde que foi nos campos de Boaz. Noemi conta-lhe que ele é parente de seu marido e a convence a contar a ele, assim livrando Rute da vida que ambas estão levando. Naqueles tempos havia uma lei: quando uma mulher fica viúva o parente mais próximo do marido tem a obrigação de aceita-la como esposa.

Boaz, por sua vez, ficou feliz com as boas novas e estava disposto a fazer o que fosse preciso para poder tê-la como esposa. Mas ele seria é a “segunda” opção para cumprir com esta lei. Sabendo que o parente que teria a obrigação de cumprir com esta lei é avarento, Boaz começa a inventar e diz que para casar-se com ela será necessário comprar algumas terras e dá-la o que pedir. Para a felicidade de ambos, o avarento acaba desistindo do seu “direito”.


O fim da historia é que Rute casar-se com Boaz e dá, posteriormente, a luz a um filho chamado Obede, pai de Jesse e avô de Davi.

O que chamou a atenção de Boaz por Rute não foi somente sua beleza, mas também a sua benevolência para com Noemi. Ela escolheu ir morar em uma terra que não conhecia, com uma mulher que não tinha nem com se sustentar, mas devido sua escolha Deus a abençoa com um bom esposo e um filho que se deu a descendência de Israel.

Esta história, não é voltada somente para a bondade de Rute. Ela perdeu o seu marido e fez o que poucas pessoas fariam, não se desesperou e escolheu seguir sua sogra e se aventurar em uma vida que não sabia o que poderia lhe acontecer. Precisamos agir como Rute, no meio as crises das nossas vidas confiarmos em Deus e crermos que Ele estará conosco em todos os momentos, nos maus e bons dias.

"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça." - Isaías 41:10

Creia em Deus, independente do que você esteja passando!

Espero que esta história tenha te inspirado, como a mim também.

Quem quiser entra em contato comigo, para algum conselho, pedido de oração e até mesmo um ideia, pode enviar-me um e-mail para: bellinha-costa@hotmail.com.

Para quem não leu as outras história desta série citações: Mulheres da Bíblia. Clique aqui

Um forte abraço e a paz do Senhor!

3 comentários:

  1. Uma bela história mesmo... mas, das mulheres da bíblia, a minha favorita é Ester.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nana! Que bom que gostou... A história de dela é outra que admiro, já até falei sobre ela... Se puder leia e deixe um comentário.
      www.elaecrista.com/2014/06/a-fiel-ester.html
      Um forte abraço.
      Agradeço sua visita!

      Excluir
  2. Que história linda, não sabia que a vida de Rute tinha sido assim, adorei saber!
    Beijos!
    www.mahmaquiagens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir