21/06/2014

Resenha: Profeta Menores



Sinopse: Os "Profetas Menores" são os doze livros proféticos do Antigo Testamento cuja envergadura é mais específica se comparada aos quatro profetas maiores: Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel. A expressão "Menores", portanto, não é uma referência ao significado de sua mensagem, mas sim à sua menos abrangência. 
Os Profetas Menores atuaram alguns anos após a divisão do reino entre Judá e Israel. Oséias, Amós e Jonas foram enviados a Israel, enquanto Joel e Miquéias dirigiram-se a Judá. Israel não atendeu às mensagens de arrependimento, e Deus por fim executou o juízo: o povo foi levado cativo para a Assíria (2Rs 17). Judá que teve uma série de reis tementes a Deus continuou ouvindo mensagens divinas por intermédio de Naum, Habacuque, Sofonias e Obadias, porém, em vão. Judá também foi deportado, a saber, para a Babilônia ( 2Rs 24), porém mais tarde concedeu que voltasse (Ed1). No entanto, entre os que retornaram do exílio o ministério profético também se fez necessário, e Deus se valeu de Ageu, Zacarias e Malaquias para conclamá-los à fidelidade. Quatro séculos depois, a decadência entre os judeus culminou no assassino do Filho de Deus. 

Resenha: O livro Estudos de Arend Remmers fala sobre os Profetas Menores do Antigo Testamento sendo eles doze, os quais são: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. Neste estudo encontramos sobre o autor e a data em que o livro foi escrito, o propósito do livro e peculiaridades dos profetas menores.
Oséias (significa salvar, salvação) é o primeiro livro dos Profetas Menores. Oséias obedeceu a ordem do Senhor de se casar com uma prostituta chamada Gomer, pois Deus permitiu que Oséias sofresse pela infidelidade de sua esposa que representava para Oséias o sofrimento que o povo de Israel causou a Deus pela Idolatria.
O livro de Joel (significa O Senhor é Deus), fala sobre a profecia de Joel do dia do Senhor, a vinda de Jesus.
O  Profeta Amós (significa carga, carregar, carregador) trabalhava como pastor e colhedor de figos silvestres ( Amós 1:1; 7:14). Amós fala sobre a graça de Deus para um povo que não merecia. O povo havia se afastado de Deus e estavam cheias de egoísmo, ostentação, imoralidade e opressão ao pobre. Já não podiam reclamar suas promessas. Amós é o porta voz do juízo de Deus.
O livro de Obadias ( Servo ou adorador do Senhor), mais curto do Antigo Testamento com vinte e um versículos. O livro fala sobre Edom, que eram os descendentes de Esaú, uma nação que tinha ódia contra Israel, Deus e suas bençãos, o que os levou a serem castigados e destruídos.
No livro de Jonas ( significa pomba), um servo de Deus que profetizou que os limites de Israel seriam restaurados até o Mar Morto e foram. Jonas recebeu uma ordem do Senhor de ir pregar em Nínive, porque o povo estava fazendo o que desagrada a Deus. O livro revela a graça e a misericórdia de Deus para com Israel e também à Nínive.
Miquéias ( significa quem é como O Senhor?) abreviatura de Micaías. O livro contém três discursos proféticos. O profeta anuncia os juízos de Deus sobre Samaria, por causa de suas transgressões, injustiças e idolatria e rejeição às advertências da parte de Deus. Os líderes e profetas eram culpados. Por último o Profeta lembra do amor de Deus por seu povo.
Naum (significa consolador) em seu livro é anunciado o juízo de Deus sobre Nínive. Diferente do tempo de Jonas, Deus usou Naum para profetizar a queda e a destruição de Nínive.
Habacuque (significa abraçado, que abraça). Neste livro relata Habacuque sua oração diretamente a Deus sobre os inimigos do povo, os caldeus. Habacuque está angustiado por causa da injustiça no meio do povo de Deus. A resposta de Deus é o castigo mediante o ataque dos caldeus. Porém o justo viverá pela fé, no capítulo 3 Habacuque recorda a glória e o poder de Deus para redimir seu povo.
Sofonias (significa protegido, escondido pelo Senhor), é um profeta que anuncia juízos. Ele profetiza sobre a destruição da terra de Judá e a destruição de Jerusalém. A profecia se cumpriu no ano 586 a.C.
Ageu (significa minha (s) festa (s) ou festivo). O marco histórico desse livro encontra-se no livro de Esdras, que fala sobre a reconstrução do templo que foi interrompida por quatorze anos e depois reiniciada.
Zacarias (significa que o Senhor recordou). Sua mensagem é sobre a cidade de Jerusalém. Descreve a rejeição do Senhor por Israel e depois o arrependimento do povo e o aparecimento do Messias para estabelecer seu reinado de paz. Em sua pregação Zacarias foca o amor e os cuidados de Deus.
Malaquias (significa meu mensageiro). O Senhor manifesta o seu amor por seu povo e também mostra seus pecados e como se desviaram do seu caminho. Deus anuncia seu juízo aos judeus e bençãos aos que se arrependerem.

Esse livro e muitos outros você encontra aqui.



12 comentários:

  1. É uma boa, valeu pela dica.

    Beijos e Abraços!!!
    Publicações toda sexta-feira'
    http://gabriellyrosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Legal a dica de Livro, Gostei !
    Bem interessante o assunto do Livro !
    Beijos, fique com Deus !
    http://www.omelhordemim.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá!!
    Gostei dos significados dos nomes!!
    Já li todo p livro de Jonas e Malaquias, os outros só em partes.
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante! Gostei bastante e fiquei com muita vontade de ler!
    Beijos s2
    amor-e-melancia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É interessante ler esse livro, pois fala de livros poucos lidos e conhecidos da Bíblia.

      Excluir
  5. Oiê ......indiquei você para responder uma tag,vem ver...
    http://blogdeplebeiaaprincesa.blogspot.com.br/2014/06/tagconhecendo-blogueira-e-o-blog.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, vou vê, mas ultimamente está sendo corrido.

      Excluir

21/06/2014

Resenha: Profeta Menores



Sinopse: Os "Profetas Menores" são os doze livros proféticos do Antigo Testamento cuja envergadura é mais específica se comparada aos quatro profetas maiores: Isaías, Jeremias, Ezequiel e Daniel. A expressão "Menores", portanto, não é uma referência ao significado de sua mensagem, mas sim à sua menos abrangência. 
Os Profetas Menores atuaram alguns anos após a divisão do reino entre Judá e Israel. Oséias, Amós e Jonas foram enviados a Israel, enquanto Joel e Miquéias dirigiram-se a Judá. Israel não atendeu às mensagens de arrependimento, e Deus por fim executou o juízo: o povo foi levado cativo para a Assíria (2Rs 17). Judá que teve uma série de reis tementes a Deus continuou ouvindo mensagens divinas por intermédio de Naum, Habacuque, Sofonias e Obadias, porém, em vão. Judá também foi deportado, a saber, para a Babilônia ( 2Rs 24), porém mais tarde concedeu que voltasse (Ed1). No entanto, entre os que retornaram do exílio o ministério profético também se fez necessário, e Deus se valeu de Ageu, Zacarias e Malaquias para conclamá-los à fidelidade. Quatro séculos depois, a decadência entre os judeus culminou no assassino do Filho de Deus. 

Resenha: O livro Estudos de Arend Remmers fala sobre os Profetas Menores do Antigo Testamento sendo eles doze, os quais são: Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. Neste estudo encontramos sobre o autor e a data em que o livro foi escrito, o propósito do livro e peculiaridades dos profetas menores.
Oséias (significa salvar, salvação) é o primeiro livro dos Profetas Menores. Oséias obedeceu a ordem do Senhor de se casar com uma prostituta chamada Gomer, pois Deus permitiu que Oséias sofresse pela infidelidade de sua esposa que representava para Oséias o sofrimento que o povo de Israel causou a Deus pela Idolatria.
O livro de Joel (significa O Senhor é Deus), fala sobre a profecia de Joel do dia do Senhor, a vinda de Jesus.
O  Profeta Amós (significa carga, carregar, carregador) trabalhava como pastor e colhedor de figos silvestres ( Amós 1:1; 7:14). Amós fala sobre a graça de Deus para um povo que não merecia. O povo havia se afastado de Deus e estavam cheias de egoísmo, ostentação, imoralidade e opressão ao pobre. Já não podiam reclamar suas promessas. Amós é o porta voz do juízo de Deus.
O livro de Obadias ( Servo ou adorador do Senhor), mais curto do Antigo Testamento com vinte e um versículos. O livro fala sobre Edom, que eram os descendentes de Esaú, uma nação que tinha ódia contra Israel, Deus e suas bençãos, o que os levou a serem castigados e destruídos.
No livro de Jonas ( significa pomba), um servo de Deus que profetizou que os limites de Israel seriam restaurados até o Mar Morto e foram. Jonas recebeu uma ordem do Senhor de ir pregar em Nínive, porque o povo estava fazendo o que desagrada a Deus. O livro revela a graça e a misericórdia de Deus para com Israel e também à Nínive.
Miquéias ( significa quem é como O Senhor?) abreviatura de Micaías. O livro contém três discursos proféticos. O profeta anuncia os juízos de Deus sobre Samaria, por causa de suas transgressões, injustiças e idolatria e rejeição às advertências da parte de Deus. Os líderes e profetas eram culpados. Por último o Profeta lembra do amor de Deus por seu povo.
Naum (significa consolador) em seu livro é anunciado o juízo de Deus sobre Nínive. Diferente do tempo de Jonas, Deus usou Naum para profetizar a queda e a destruição de Nínive.
Habacuque (significa abraçado, que abraça). Neste livro relata Habacuque sua oração diretamente a Deus sobre os inimigos do povo, os caldeus. Habacuque está angustiado por causa da injustiça no meio do povo de Deus. A resposta de Deus é o castigo mediante o ataque dos caldeus. Porém o justo viverá pela fé, no capítulo 3 Habacuque recorda a glória e o poder de Deus para redimir seu povo.
Sofonias (significa protegido, escondido pelo Senhor), é um profeta que anuncia juízos. Ele profetiza sobre a destruição da terra de Judá e a destruição de Jerusalém. A profecia se cumpriu no ano 586 a.C.
Ageu (significa minha (s) festa (s) ou festivo). O marco histórico desse livro encontra-se no livro de Esdras, que fala sobre a reconstrução do templo que foi interrompida por quatorze anos e depois reiniciada.
Zacarias (significa que o Senhor recordou). Sua mensagem é sobre a cidade de Jerusalém. Descreve a rejeição do Senhor por Israel e depois o arrependimento do povo e o aparecimento do Messias para estabelecer seu reinado de paz. Em sua pregação Zacarias foca o amor e os cuidados de Deus.
Malaquias (significa meu mensageiro). O Senhor manifesta o seu amor por seu povo e também mostra seus pecados e como se desviaram do seu caminho. Deus anuncia seu juízo aos judeus e bençãos aos que se arrependerem.

Esse livro e muitos outros você encontra aqui.



12 comentários:

  1. É uma boa, valeu pela dica.

    Beijos e Abraços!!!
    Publicações toda sexta-feira'
    http://gabriellyrosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Legal a dica de Livro, Gostei !
    Bem interessante o assunto do Livro !
    Beijos, fique com Deus !
    http://www.omelhordemim.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá!!
    Gostei dos significados dos nomes!!
    Já li todo p livro de Jonas e Malaquias, os outros só em partes.
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante! Gostei bastante e fiquei com muita vontade de ler!
    Beijos s2
    amor-e-melancia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É interessante ler esse livro, pois fala de livros poucos lidos e conhecidos da Bíblia.

      Excluir
  5. Oiê ......indiquei você para responder uma tag,vem ver...
    http://blogdeplebeiaaprincesa.blogspot.com.br/2014/06/tagconhecendo-blogueira-e-o-blog.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, vou vê, mas ultimamente está sendo corrido.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Aviso!

Imagens própria e da Internet. Textos escritos por Edmara Oliveira. Não ao plágio. Não é autorizado qualquer cópia sem seu consentimento. Plágio é crime, Artigo 184 do código penal.

Online

Tecnologia do Blogger.

Like us

Leia Gospel +

Licença

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo