O meu intuito não é agradar ao homem, nem falar palavras bonitas (as vezes elas saem naturalmente) para você se alegrar e continuar com sua vida do mesmo jeito, eu sei que todo mundo gosta que lhe falem apenas coisas bonitas e que suam bem aos nossos ouvidos mas se pararmos para pensar, melhor é ouvir uma repreensão, um sermão que nos ajuda a encontrar o nosso erro do que apenas palavras que confirmam o que já estávamos fazendo certo. 

Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo. Gálatas 1:10
Meu primeiro cargo que eu tive na Igreja era de professora das crianças, isso há uns quatro à cinco anos atrás, veio para mim em um momento em que eu estava buscando ao Senhor em que servi-lo, ajudar na Igreja. Como na Igreja era muito disputado os cargos e poucos eram os que eu me encaixava e já haviam pessoas neles, eu estava pensando em se oferecer para limpar a Igreja. Então uma jovem veio a mim e me falou que queria ser professora das crianças e precisava de outra pessoa junto, pois eram duas pessoas que cuidavam das crianças, foi assim que eu me tornei professora, depois essa moça acabou desistindo e no lugar dela entrou uma irmã que passou a cuidar das crianças comigo. Depois desse cargo a minha visão sobre servir a Deus mudou completamente e a maneira como eu passei a enxergar as coisas também mudou, eu descobri que a Igreja não era apenas isso que nós vemos quando estamos sentados confortavelmente em nossos bancos, tem muito, muito trabalho á fazer, para começar na salinha com as crianças eu tive muitas experiências. Eu me assustei com os filhos dos cristãos, em sua maioria não tinha nada de Deus neles, eram crianças que não respeitavam seus próprios pais, não tinham disciplina, não tinham respeito por ninguém, de suas bocas saiam palavras horríveis o tempo todo, eram mimados. É claro que eu não esperava encontrar anjinhos mas também não achava que encontraria crianças naquela situação, foi aí que entendi que se as nossas próprias casas não estão transformadas pelo brilho de Jesus como poderemos ajudar as outras pessoas a encontrar  Jesus? O que me aliviou foi que por mais que a maioria das crianças eram assim, eu vi ali dentro daquela sala algumas crianças transformadas e regeneradas por Jesus, e eu pude vê que essas crianças que eram diferentes e tinham um comportamento diferente, eram filhos dos irmãos que tinham suas vidas transformadas por Jesus e que estavam conseguindo fazer com que seus filhos recebessem Jesus em suas vidas também. 

Me lembro bem o sufoco que passei nesse tempo, muita gente ficou com inveja por uma menina de dezesseis anos (na época eu tinha isso) receber um cargo de tamanha responsabilidade na Igreja, enquanto que outras pessoas mais velhas de Igreja e de idade não faziam nada para a obra, sem falar que tinha aqueles que podiam auxiliar eu e a irmã pois tinham conhecimento e materiais que poderiam ser aproveitados com as crianças mas não ajudavam por puro orgulho, inveja e sei lá o que faz um cristão ser tão ruim. Não estou aqui para passar uma imagem de Igreja perfeita pois a Igreja de Deus aqui na terra falta muito para ser isso. Algumas pessoas teriam abandonado o cargo, largado a obra e chutado o balde, eu também teria feito isso se não tivesse entrado nisso por Deus, mas eu queria ajudar e ajudei, durante os meus três anos em que estive ali, passei parte do conhecimento bíblico que tinha, as crianças sábias souberam aproveitar. Eu terminei o meu tempo, depois não fui mais pois havia começado a faculdade e eu não tinha tanto tempo para preparar as aulas para as crianças, como eu não quis fazer o serviço porcamente, deixei para que outras pessoas assumisse. 
Trabalhar na Igreja não é fácil, nunca foi e nunca será, assim como em qualquer outro trabalho secular não é. E se torna mais difícil pois como não é remunerado, as pessoas tende a dar menos valor mesmo que inconscientemente. Para você estar á frente de qualquer trabalho você precisa ser exemplo naquilo que faz, se as suas palavras não condizem com suas atitudes você não será um líder, pois as pessoas que você esta conduzindo não darão credibilidade a você e não tendo credibilidade automaticamente farão de tudo para que você perca o seu posto, seja falando mal, seja tendo alguma atitude que faça você desistir de estar ali na frente ou influenciando outras pessoas a pensarem da mesma forma. Tem gente que ao invés de ajudar atrapalha. Você deve ter em mente que precisa fazer algo para Deus, não para que os homens vejam o quão bom você é ou até onde você pode ir mas para agradar a Deus. 
Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma. Eclesiastes 9:10
É claro que tem muita gente se aproveitando do cargo que Deus lhe deu, isso é fato, os neopentecostais estão aí para provar isso. E servir a Deus não é apenas buscar benefícios próprios, não temos que fazer nada esperando algo em troca, com Deus não tem barganha. Até porque mesmo se fazemos o que Deus nos manda não passamos de servos inútil (Assim, também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer. Lucas 17:10)


Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.

Efésios 2:10






Um Comentário

  1. Nossa que texto maravilhoso, e o que você disse é verdade, infelizmente algumas pessoas aproveitam dos cargos dados por Deus.
    Amei o seu blog e ja estou seguindo...bjs

    http://cheirodapreta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11/08/2015

Sobre cargos na Igreja


O meu intuito não é agradar ao homem, nem falar palavras bonitas (as vezes elas saem naturalmente) para você se alegrar e continuar com sua vida do mesmo jeito, eu sei que todo mundo gosta que lhe falem apenas coisas bonitas e que suam bem aos nossos ouvidos mas se pararmos para pensar, melhor é ouvir uma repreensão, um sermão que nos ajuda a encontrar o nosso erro do que apenas palavras que confirmam o que já estávamos fazendo certo. 

Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo. Gálatas 1:10
Meu primeiro cargo que eu tive na Igreja era de professora das crianças, isso há uns quatro à cinco anos atrás, veio para mim em um momento em que eu estava buscando ao Senhor em que servi-lo, ajudar na Igreja. Como na Igreja era muito disputado os cargos e poucos eram os que eu me encaixava e já haviam pessoas neles, eu estava pensando em se oferecer para limpar a Igreja. Então uma jovem veio a mim e me falou que queria ser professora das crianças e precisava de outra pessoa junto, pois eram duas pessoas que cuidavam das crianças, foi assim que eu me tornei professora, depois essa moça acabou desistindo e no lugar dela entrou uma irmã que passou a cuidar das crianças comigo. Depois desse cargo a minha visão sobre servir a Deus mudou completamente e a maneira como eu passei a enxergar as coisas também mudou, eu descobri que a Igreja não era apenas isso que nós vemos quando estamos sentados confortavelmente em nossos bancos, tem muito, muito trabalho á fazer, para começar na salinha com as crianças eu tive muitas experiências. Eu me assustei com os filhos dos cristãos, em sua maioria não tinha nada de Deus neles, eram crianças que não respeitavam seus próprios pais, não tinham disciplina, não tinham respeito por ninguém, de suas bocas saiam palavras horríveis o tempo todo, eram mimados. É claro que eu não esperava encontrar anjinhos mas também não achava que encontraria crianças naquela situação, foi aí que entendi que se as nossas próprias casas não estão transformadas pelo brilho de Jesus como poderemos ajudar as outras pessoas a encontrar  Jesus? O que me aliviou foi que por mais que a maioria das crianças eram assim, eu vi ali dentro daquela sala algumas crianças transformadas e regeneradas por Jesus, e eu pude vê que essas crianças que eram diferentes e tinham um comportamento diferente, eram filhos dos irmãos que tinham suas vidas transformadas por Jesus e que estavam conseguindo fazer com que seus filhos recebessem Jesus em suas vidas também. 

Me lembro bem o sufoco que passei nesse tempo, muita gente ficou com inveja por uma menina de dezesseis anos (na época eu tinha isso) receber um cargo de tamanha responsabilidade na Igreja, enquanto que outras pessoas mais velhas de Igreja e de idade não faziam nada para a obra, sem falar que tinha aqueles que podiam auxiliar eu e a irmã pois tinham conhecimento e materiais que poderiam ser aproveitados com as crianças mas não ajudavam por puro orgulho, inveja e sei lá o que faz um cristão ser tão ruim. Não estou aqui para passar uma imagem de Igreja perfeita pois a Igreja de Deus aqui na terra falta muito para ser isso. Algumas pessoas teriam abandonado o cargo, largado a obra e chutado o balde, eu também teria feito isso se não tivesse entrado nisso por Deus, mas eu queria ajudar e ajudei, durante os meus três anos em que estive ali, passei parte do conhecimento bíblico que tinha, as crianças sábias souberam aproveitar. Eu terminei o meu tempo, depois não fui mais pois havia começado a faculdade e eu não tinha tanto tempo para preparar as aulas para as crianças, como eu não quis fazer o serviço porcamente, deixei para que outras pessoas assumisse. 
Trabalhar na Igreja não é fácil, nunca foi e nunca será, assim como em qualquer outro trabalho secular não é. E se torna mais difícil pois como não é remunerado, as pessoas tende a dar menos valor mesmo que inconscientemente. Para você estar á frente de qualquer trabalho você precisa ser exemplo naquilo que faz, se as suas palavras não condizem com suas atitudes você não será um líder, pois as pessoas que você esta conduzindo não darão credibilidade a você e não tendo credibilidade automaticamente farão de tudo para que você perca o seu posto, seja falando mal, seja tendo alguma atitude que faça você desistir de estar ali na frente ou influenciando outras pessoas a pensarem da mesma forma. Tem gente que ao invés de ajudar atrapalha. Você deve ter em mente que precisa fazer algo para Deus, não para que os homens vejam o quão bom você é ou até onde você pode ir mas para agradar a Deus. 
Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma. Eclesiastes 9:10
É claro que tem muita gente se aproveitando do cargo que Deus lhe deu, isso é fato, os neopentecostais estão aí para provar isso. E servir a Deus não é apenas buscar benefícios próprios, não temos que fazer nada esperando algo em troca, com Deus não tem barganha. Até porque mesmo se fazemos o que Deus nos manda não passamos de servos inútil (Assim, também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer. Lucas 17:10)


Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.

Efésios 2:10





Um comentário:

  1. Nossa que texto maravilhoso, e o que você disse é verdade, infelizmente algumas pessoas aproveitam dos cargos dados por Deus.
    Amei o seu blog e ja estou seguindo...bjs

    http://cheirodapreta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir