11/07/2013

Ilusão de garota

     

          Georgina pensa que o Angelo é o cara perfeito. Ele vai na Igreja, a família dele é da Igreja, a conhece desde criança quando iam para a salinha juntos, cresceram na Igreja, do grupo de adolescentes para os jovens, sempre existia algo em especial nele, o Angelo sempre foi o tipo de garoto que qualquer mãe e pai queriam para sua filha, comportado, trabalhador, ótimo filho, bom cristão, qualidades não faltam, até mesmo a sua vó que nunca concordou com os seus gostou achou ele bacana, na Igreja todos torcem por eles, é o tipo de cara perfeito mas o problema é que a Lilah que também gosta dele, ela também acha que ele é perfeito pra ela, todas essas qualidades ela também vê e ela também é a melhor amiga de Georgina, as duas sempre foram apegadas e eram quase irmãs. Georgina acha que ela só resolveu dizer que gosta dele depois que ela havia comentado com ela o que sentia por ele, sempre foi assim ela se dizia apaixonada por todos os garotos que ela dizia que gostava e até namorou com alguns depois que o namoro com Georgina acabou. Não sabia o que fazer mas mesmo assim estava disposta a conquistá-lo, disso Georgina estava certa.
         Para Lilah ela não estava apaixonada pelo mesmo garoto que sua amiga por querer, simplesmente aconteceu, não havia notado antes do dia em que sua amiga comentou mas depois daquele dia foi percebendo o quanto que o Angelo é um bom rapaz, como ele é atencioso com todos e repeita os seus pais e todas as meninas, um cavalheiro, quem sabe não daria certo com ela mas o problema é que a Georgina gosta dele e é sua melhor amiga, não queria magoar a sua amiga mas queria ele e iria fazer de tudo para conseguir. Lilah achava que Angelo sentia alguma coisa por ela, toda vez que ele sorria parecia que ela era a dona daquele sorriso, aquele era o rapaz certo para ela.
           Angelo estava observando a sua mãe chamar a sua atenção por causa do que houve no culto naquele domingo, sua mãe faltou gritar com ele dizendo que não era para ele ficar olhando para nenhuma garota na hora em que o Pastor estivesse pregando lá na frente porque se ele não prestasse atenção não iria compreender o que Deus queria falar com ele e saíra da Igreja vazio sem receber nada. Ele sabia que sua mãe estava certa e depois de quase duas décadas ele nunca tinha agido assim antes, sempre desde pequeno sentava no banco, ficava quieto e só saía da Igreja quando o culto estivesse mesmo acabado. Só que naquele domingo a Georgina e a Lilah não paravam de olhá-lo, o culto inteiro desde o momento em que elas entraram na Igreja, não compreendia o que estava acontecendo, sempre procedeu direito com elas, sempre as saldava com a paz e em nenhum momento tomou liberdade de cantá-las ou algo do tipo, então por que será que nesse domingo elas estavam o encarando? Não entendia mas resolveu não ficar pensando mais nisso.
           O culto estava prestes a começar, Angelo estava se sentindo exprimido com a Georgina e a Lilah ao seu lado, elas não o deixava respirar e ele estava se sentindo mal, pediu licença e saiu quando o culto estava começando. Lá fora ele podia respirar mais aliviado, tomou um pouco de água, respirou fundo quando olhou para frente o Diácono estava em pé olhando para ele, como não era seu costume sair do culto ainda mais quando estava começando ele veio saber se estava bem, respondeu que estava e que só precisava tomar um pouco de água. Entrou para a Igreja e sentou-se em um banco na terceira fila atrás das duas. Quando elas notaram que ele estava atrás não pararam de ficar olhando para atrás até o porteiro ir lá chamar a atenção delas por não estarem prestando atenção no culto. Angelo já tinha percebido depois desse culto que elas estavam afim dele, não entendia mas conseguiu perceber depois de inúmeros sinais que as duas estavam mandando para ele. Para ele suas atitudes eram imaturas, garotas cristãs de verdade não dão em cima de ninguém e muito menos deixa de ouvir a pregação para ficar encarando alguém que elas estejam afim. Terminado o culto evitou as duas ao máximo mas elas insistia que precisava conversar com ele. Aceitou conversar com elas. Uma de cada vez. Georgina quis ser a primeira, pois ela tinha se interessado por ele primeiro. 
            - Eu estou apaixonada por você.
           Angelo não podia acreditar no que acabou de ouvir.
            - Desde quando você descobriu isso?
            - Há três meses atrás, no último retiro dos jovens.
            - Eu não sei o que te dizer Georgina. Eu sempre te vi como uma irmã, amiga desde criança essa foi a minha relação com você e agora de uma hora para outra você começa a me encarar e a agir de uma maneira que você não agia antes.
            - Isso é um não?
       - Desculpa, eu não estou apaixonado por você. Eu acho que você precisa primeiro rever o seu relacionamento com Deus para depois procurar ter algo sério com alguém.
            - Angelo você vai me dispensar assim sem ao menos querer tentar! Nós sempre nos demos bem e temos muita coisa em comum, eu vim aqui falar com você, dizer o que eu sinto e você me diz isso como resposta. Eu pensava que você também gostasse de mim, você sempre me tratou com carinho, sempre foi tão legal, sempre me fez companhia nos retiros, nos congresso, eu achei.....
            - Por te considerar como uma amiga, por te vê como uma irmã, por causa disso e também por gostar de tratar todos com respeito. Eu gosto de você Georgina mas não do jeito que você gosta de mim.
              - Já entendi. Obrigada por me escutar.
              - Desculpa, eu não pretendia te magoar. Eu precisava dizer a verdade.
              - É o nosso dever como cristãos.
              - É sim. Eu tenho que ir falar com a Lilah agora.
              - Vai lá, eu estou indo embora para casa.
              - Deus vai contigo.
              - Amém
            
                Lilah estava enxoada de tanto esperar eles conversarem, sentada em um banco do lado de fora da Igreja, que já estava fechada, estava quieta sozinha ali esperando para conversar com Angelo, estava disposta a só ir embora depois de falar para ele tudo o que sentia. Mas como está demorando! pensou ela até que viu o Angelo caminhando em sua direção, estava tão ansiosa que seu coração começou a disparar. 
                   - O que você quer me dizer?
                   - Angelo eu te amo e vou lutar por você.
                   - Olha Lilah eu vou dizer para você a verdade, está bem?
                     Lilah balançou a cabeça que sim.
.                  - Eu não te amo como você me ama e não quero que você crie expectativas de algo que não vá acontecer. Você assim como a Georgina pensam que gostam de mim mais na verdade vocês me idealizaram como o cara perfeito que vai fazer vocês muito felizes, como um príncipe que vem em seu cavalo branco e salva a princesa. Só que no meu caso eu não vim em um cavalo mas por causa do meu jeito você acham que eu sou um príncipe.
                 - Não importa se você ainda não gosta de mim, eu estou disposta a te conquistar. Para mim você é o meu príncipe e sempre será. Eu te amo e isso é o mais importante Angelo.
               - Importa sim Lilah, para que um relacionamento dê certo é preciso que os dois se amem e não apenas um. Você precisa primeiro ter um relacionamento com Deus para depois querer se envolver com alguém.
                - Eu quero lutar por você.
                - Lute para ter um relacionamento com Deus e não com alguém. Tchau Lilah!
               - Angelo...........Angelo!!!!!!!

          O Angelo foi embora, ele estava triste por duas garotas estarem iludidas com ele. Se fosse outro rapaz estaria se achando por duas garotas estarem interessadas nele mas Angelo não, ele era diferente, não via dessa forma para ele isso não era bom, as duas se esqueceram de Deus. Ele sabia que quando as pessoas se esquecem de Deus elas perdem o rumo, a vida delas começa a ser guiada por suas paixões e era isso que ele via acontecer com elas. Ele começou a orar para que elas voltassem ao primeiro amor (Deus), que elas tivessem um encontro com Deus.
           Georgina limpou as lágrimas dos olhos e pegou sua Bíblia para lê:  "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33" era isso o que faltava em sua vida, buscar a Deus primeiro, esse era o erro que muitas das suas amigas tinham cometido, primeiro elas iam buscar um namorado. Não queria mais cometer esse erro, a conversa com o Angelo a deixou para baixo e decidida a mudar, não queria mais ser a mesma menina inconsequente e sem propósito, ela queria mudar, ela iria mudar.
          
            Lilah não queria admitir que havia levado um fora, mas ela sabia que era um fora, que acabou as chances de conquistá-lo e tudo mais. A única saída é partir para outra, quem sabe não iria encontrar logo alguém que quisesse namorá-la e viver a história de amor que ela tanto sonhara. Não iria abrir a Bíblia, não queria admitir que estava errada mais do que já sabia que estava. Seu mundo estava girando e ela estava prestes a dar a volta por cima, ela não era o tipo de garota que leva um fora e fica quieta, chorando.
              O culto estava acontecendo e Lilah estava lá pensando em sua vingança, ela queria que o Angelo pagasse tudo o que havia feito para ela, onde é que se viu um garoto querer dar lição de moral, ela já tinha quem o fizesse, seus pais e os líderes da Igreja. Lilah iria contar para todo mundo que o Angelo havia dispensado ela com palavras duras e tinha a tratado mal, tudo o que ela sabia que era mentira mas e daí ninguém estava lá, nem tinham ouvido o que conversaram. Se ela falasse isso as meninas iria parar de vê-lo como um bom moço e toda aquela imagem de bom rapaz iria ser destruída e foi isso que a Lilah fez.

           No próximo culto todos os jovens e adolescentes estavam comentando de Angelo, até que um rapaz, amigo dele, foi até ele quando acabou o culto e contou o que estava acontecendo. Angelo ficou tão magoado com as mentiras que a Lilah havia inventado. Eles tinham conversado sim, ele tinha escolhido as palavras com cuidado para que justamente não magoá-la e agora ela quem o tinha magoado. Sem pensa muito pediu para o irmão avisar que ele queria conversar com todos os jovens e adolescentes a sós. Foram todos eles conversar, Lilah já sabia o que era mas mesmo assim foi, Georgina não estava entendendo e foi vê do que se tratava. Angelo contou que o que a Lilah tinha falado era mentira, eles tinham conversado mas ele em nenhum momento havia destratado ela e ainda citou aquele versículo: Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.
João 8:44 
Depois ainda leu: Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.Efésios 4:25


     Lilah confessou que estava mentindo e dessa vez falou a verdade, disse que queria dar o troco em Angelo por ter dispensado ela, coisa que nenhum outro tinha feito antes mas que naquele momento ela havia compreendido que o que fez era errado, não podia sair mentindo por aí porque não queria ser filha do Diabo mas sim filha de Deus. Não iria mais dar em cima dele e nem insistir porque já sabia que ele não queria nada com ela. 
       Georgina continuou sendo amiga de Lilah e de Angelo. Lilah se tornou amiga de Angelo e ele era amigo das duas.
      Os outros jovens e adolescentes puderam aprender que não se pode querer fazer nada com seu próprio entendimento, tem que procurar primeiro um relacionamento com Deus. Se não for da vontade de Deus não vai dar certo. Não adianta querer obrigar uma pessoa a nos amar que não vai dar certo.


Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim. Salmos 42:7

Escrito por: Edmara Oliveira



14 comentários:

  1. nossa que maximo ! amei o texto beijos
    http://lollimundodeprincesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Edmara, que cantinho mais legal! Bom o textoé graaaande mais vale a pena ler, gostei :), te seguindo flor, obrigada por seguir tbm, beijim...

    http://somandobelezaporneivamarins.blogspot.com.br/2013/07/nova-parceira-do-blog-loja-harpia.html

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto!
    beem lindo, *o*
    beeeijos,
    http://diariodeumuniversoparalelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ameii,mt bom,foi bom para me fazer refletir,apesar de não andar procurando namorado,mas me afastei de Deus e fiquei triste por isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se afastar de Deus é ruim. A solução é se aproximar de Deus novamente.

      Excluir
  5. Oi linda! Adorei o conteúdo do seu blog. Também sou cristã. :)
    Super beijo <3
    http://refugiopcional.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaa. Você é cristã que máximoo! :)

      Excluir
  6. oI VC GANHOU UM SELINHO E UMA TAG PARA RESPONDER.Se vc quiser passa lá no blog bijinhos!http://dannyadler.blogspot.com.br/2013/07/respondendo-tag.html

    ResponderExcluir
  7. Gente que texto perfeito! Isso até daria um livro !Muito bom Mesmo! Beijos,fica na paz de Deus!

    http://nisso-pensai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

11/07/2013

Ilusão de garota

     

          Georgina pensa que o Angelo é o cara perfeito. Ele vai na Igreja, a família dele é da Igreja, a conhece desde criança quando iam para a salinha juntos, cresceram na Igreja, do grupo de adolescentes para os jovens, sempre existia algo em especial nele, o Angelo sempre foi o tipo de garoto que qualquer mãe e pai queriam para sua filha, comportado, trabalhador, ótimo filho, bom cristão, qualidades não faltam, até mesmo a sua vó que nunca concordou com os seus gostou achou ele bacana, na Igreja todos torcem por eles, é o tipo de cara perfeito mas o problema é que a Lilah que também gosta dele, ela também acha que ele é perfeito pra ela, todas essas qualidades ela também vê e ela também é a melhor amiga de Georgina, as duas sempre foram apegadas e eram quase irmãs. Georgina acha que ela só resolveu dizer que gosta dele depois que ela havia comentado com ela o que sentia por ele, sempre foi assim ela se dizia apaixonada por todos os garotos que ela dizia que gostava e até namorou com alguns depois que o namoro com Georgina acabou. Não sabia o que fazer mas mesmo assim estava disposta a conquistá-lo, disso Georgina estava certa.
         Para Lilah ela não estava apaixonada pelo mesmo garoto que sua amiga por querer, simplesmente aconteceu, não havia notado antes do dia em que sua amiga comentou mas depois daquele dia foi percebendo o quanto que o Angelo é um bom rapaz, como ele é atencioso com todos e repeita os seus pais e todas as meninas, um cavalheiro, quem sabe não daria certo com ela mas o problema é que a Georgina gosta dele e é sua melhor amiga, não queria magoar a sua amiga mas queria ele e iria fazer de tudo para conseguir. Lilah achava que Angelo sentia alguma coisa por ela, toda vez que ele sorria parecia que ela era a dona daquele sorriso, aquele era o rapaz certo para ela.
           Angelo estava observando a sua mãe chamar a sua atenção por causa do que houve no culto naquele domingo, sua mãe faltou gritar com ele dizendo que não era para ele ficar olhando para nenhuma garota na hora em que o Pastor estivesse pregando lá na frente porque se ele não prestasse atenção não iria compreender o que Deus queria falar com ele e saíra da Igreja vazio sem receber nada. Ele sabia que sua mãe estava certa e depois de quase duas décadas ele nunca tinha agido assim antes, sempre desde pequeno sentava no banco, ficava quieto e só saía da Igreja quando o culto estivesse mesmo acabado. Só que naquele domingo a Georgina e a Lilah não paravam de olhá-lo, o culto inteiro desde o momento em que elas entraram na Igreja, não compreendia o que estava acontecendo, sempre procedeu direito com elas, sempre as saldava com a paz e em nenhum momento tomou liberdade de cantá-las ou algo do tipo, então por que será que nesse domingo elas estavam o encarando? Não entendia mas resolveu não ficar pensando mais nisso.
           O culto estava prestes a começar, Angelo estava se sentindo exprimido com a Georgina e a Lilah ao seu lado, elas não o deixava respirar e ele estava se sentindo mal, pediu licença e saiu quando o culto estava começando. Lá fora ele podia respirar mais aliviado, tomou um pouco de água, respirou fundo quando olhou para frente o Diácono estava em pé olhando para ele, como não era seu costume sair do culto ainda mais quando estava começando ele veio saber se estava bem, respondeu que estava e que só precisava tomar um pouco de água. Entrou para a Igreja e sentou-se em um banco na terceira fila atrás das duas. Quando elas notaram que ele estava atrás não pararam de ficar olhando para atrás até o porteiro ir lá chamar a atenção delas por não estarem prestando atenção no culto. Angelo já tinha percebido depois desse culto que elas estavam afim dele, não entendia mas conseguiu perceber depois de inúmeros sinais que as duas estavam mandando para ele. Para ele suas atitudes eram imaturas, garotas cristãs de verdade não dão em cima de ninguém e muito menos deixa de ouvir a pregação para ficar encarando alguém que elas estejam afim. Terminado o culto evitou as duas ao máximo mas elas insistia que precisava conversar com ele. Aceitou conversar com elas. Uma de cada vez. Georgina quis ser a primeira, pois ela tinha se interessado por ele primeiro. 
            - Eu estou apaixonada por você.
           Angelo não podia acreditar no que acabou de ouvir.
            - Desde quando você descobriu isso?
            - Há três meses atrás, no último retiro dos jovens.
            - Eu não sei o que te dizer Georgina. Eu sempre te vi como uma irmã, amiga desde criança essa foi a minha relação com você e agora de uma hora para outra você começa a me encarar e a agir de uma maneira que você não agia antes.
            - Isso é um não?
       - Desculpa, eu não estou apaixonado por você. Eu acho que você precisa primeiro rever o seu relacionamento com Deus para depois procurar ter algo sério com alguém.
            - Angelo você vai me dispensar assim sem ao menos querer tentar! Nós sempre nos demos bem e temos muita coisa em comum, eu vim aqui falar com você, dizer o que eu sinto e você me diz isso como resposta. Eu pensava que você também gostasse de mim, você sempre me tratou com carinho, sempre foi tão legal, sempre me fez companhia nos retiros, nos congresso, eu achei.....
            - Por te considerar como uma amiga, por te vê como uma irmã, por causa disso e também por gostar de tratar todos com respeito. Eu gosto de você Georgina mas não do jeito que você gosta de mim.
              - Já entendi. Obrigada por me escutar.
              - Desculpa, eu não pretendia te magoar. Eu precisava dizer a verdade.
              - É o nosso dever como cristãos.
              - É sim. Eu tenho que ir falar com a Lilah agora.
              - Vai lá, eu estou indo embora para casa.
              - Deus vai contigo.
              - Amém
            
                Lilah estava enxoada de tanto esperar eles conversarem, sentada em um banco do lado de fora da Igreja, que já estava fechada, estava quieta sozinha ali esperando para conversar com Angelo, estava disposta a só ir embora depois de falar para ele tudo o que sentia. Mas como está demorando! pensou ela até que viu o Angelo caminhando em sua direção, estava tão ansiosa que seu coração começou a disparar. 
                   - O que você quer me dizer?
                   - Angelo eu te amo e vou lutar por você.
                   - Olha Lilah eu vou dizer para você a verdade, está bem?
                     Lilah balançou a cabeça que sim.
.                  - Eu não te amo como você me ama e não quero que você crie expectativas de algo que não vá acontecer. Você assim como a Georgina pensam que gostam de mim mais na verdade vocês me idealizaram como o cara perfeito que vai fazer vocês muito felizes, como um príncipe que vem em seu cavalo branco e salva a princesa. Só que no meu caso eu não vim em um cavalo mas por causa do meu jeito você acham que eu sou um príncipe.
                 - Não importa se você ainda não gosta de mim, eu estou disposta a te conquistar. Para mim você é o meu príncipe e sempre será. Eu te amo e isso é o mais importante Angelo.
               - Importa sim Lilah, para que um relacionamento dê certo é preciso que os dois se amem e não apenas um. Você precisa primeiro ter um relacionamento com Deus para depois querer se envolver com alguém.
                - Eu quero lutar por você.
                - Lute para ter um relacionamento com Deus e não com alguém. Tchau Lilah!
               - Angelo...........Angelo!!!!!!!

          O Angelo foi embora, ele estava triste por duas garotas estarem iludidas com ele. Se fosse outro rapaz estaria se achando por duas garotas estarem interessadas nele mas Angelo não, ele era diferente, não via dessa forma para ele isso não era bom, as duas se esqueceram de Deus. Ele sabia que quando as pessoas se esquecem de Deus elas perdem o rumo, a vida delas começa a ser guiada por suas paixões e era isso que ele via acontecer com elas. Ele começou a orar para que elas voltassem ao primeiro amor (Deus), que elas tivessem um encontro com Deus.
           Georgina limpou as lágrimas dos olhos e pegou sua Bíblia para lê:  "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33" era isso o que faltava em sua vida, buscar a Deus primeiro, esse era o erro que muitas das suas amigas tinham cometido, primeiro elas iam buscar um namorado. Não queria mais cometer esse erro, a conversa com o Angelo a deixou para baixo e decidida a mudar, não queria mais ser a mesma menina inconsequente e sem propósito, ela queria mudar, ela iria mudar.
          
            Lilah não queria admitir que havia levado um fora, mas ela sabia que era um fora, que acabou as chances de conquistá-lo e tudo mais. A única saída é partir para outra, quem sabe não iria encontrar logo alguém que quisesse namorá-la e viver a história de amor que ela tanto sonhara. Não iria abrir a Bíblia, não queria admitir que estava errada mais do que já sabia que estava. Seu mundo estava girando e ela estava prestes a dar a volta por cima, ela não era o tipo de garota que leva um fora e fica quieta, chorando.
              O culto estava acontecendo e Lilah estava lá pensando em sua vingança, ela queria que o Angelo pagasse tudo o que havia feito para ela, onde é que se viu um garoto querer dar lição de moral, ela já tinha quem o fizesse, seus pais e os líderes da Igreja. Lilah iria contar para todo mundo que o Angelo havia dispensado ela com palavras duras e tinha a tratado mal, tudo o que ela sabia que era mentira mas e daí ninguém estava lá, nem tinham ouvido o que conversaram. Se ela falasse isso as meninas iria parar de vê-lo como um bom moço e toda aquela imagem de bom rapaz iria ser destruída e foi isso que a Lilah fez.

           No próximo culto todos os jovens e adolescentes estavam comentando de Angelo, até que um rapaz, amigo dele, foi até ele quando acabou o culto e contou o que estava acontecendo. Angelo ficou tão magoado com as mentiras que a Lilah havia inventado. Eles tinham conversado sim, ele tinha escolhido as palavras com cuidado para que justamente não magoá-la e agora ela quem o tinha magoado. Sem pensa muito pediu para o irmão avisar que ele queria conversar com todos os jovens e adolescentes a sós. Foram todos eles conversar, Lilah já sabia o que era mas mesmo assim foi, Georgina não estava entendendo e foi vê do que se tratava. Angelo contou que o que a Lilah tinha falado era mentira, eles tinham conversado mas ele em nenhum momento havia destratado ela e ainda citou aquele versículo: Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.
João 8:44 
Depois ainda leu: Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.Efésios 4:25


     Lilah confessou que estava mentindo e dessa vez falou a verdade, disse que queria dar o troco em Angelo por ter dispensado ela, coisa que nenhum outro tinha feito antes mas que naquele momento ela havia compreendido que o que fez era errado, não podia sair mentindo por aí porque não queria ser filha do Diabo mas sim filha de Deus. Não iria mais dar em cima dele e nem insistir porque já sabia que ele não queria nada com ela. 
       Georgina continuou sendo amiga de Lilah e de Angelo. Lilah se tornou amiga de Angelo e ele era amigo das duas.
      Os outros jovens e adolescentes puderam aprender que não se pode querer fazer nada com seu próprio entendimento, tem que procurar primeiro um relacionamento com Deus. Se não for da vontade de Deus não vai dar certo. Não adianta querer obrigar uma pessoa a nos amar que não vai dar certo.


Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim. Salmos 42:7

Escrito por: Edmara Oliveira



14 comentários:

  1. nossa que maximo ! amei o texto beijos
    http://lollimundodeprincesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Edmara, que cantinho mais legal! Bom o textoé graaaande mais vale a pena ler, gostei :), te seguindo flor, obrigada por seguir tbm, beijim...

    http://somandobelezaporneivamarins.blogspot.com.br/2013/07/nova-parceira-do-blog-loja-harpia.html

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto!
    beem lindo, *o*
    beeeijos,
    http://diariodeumuniversoparalelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ameii,mt bom,foi bom para me fazer refletir,apesar de não andar procurando namorado,mas me afastei de Deus e fiquei triste por isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se afastar de Deus é ruim. A solução é se aproximar de Deus novamente.

      Excluir
  5. Oi linda! Adorei o conteúdo do seu blog. Também sou cristã. :)
    Super beijo <3
    http://refugiopcional.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaa. Você é cristã que máximoo! :)

      Excluir
  6. oI VC GANHOU UM SELINHO E UMA TAG PARA RESPONDER.Se vc quiser passa lá no blog bijinhos!http://dannyadler.blogspot.com.br/2013/07/respondendo-tag.html

    ResponderExcluir
  7. Gente que texto perfeito! Isso até daria um livro !Muito bom Mesmo! Beijos,fica na paz de Deus!

    http://nisso-pensai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Aviso!

Imagens própria e da Internet. Textos escritos por Edmara Oliveira. Não ao plágio. Não é autorizado qualquer cópia sem seu consentimento. Plágio é crime, Artigo 184 do código penal.

Online

Tecnologia do Blogger.

Like us

Leia Gospel +

Licença

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo