09/10/2013

Eu te perdoo


Por que você não me manda flores? Queria muito receber de alguém algo que me lembrasse os bons momentos vividos ao seu lado. Por que você não liga pra mim? Gosto muito de ouvir a voz de alguém que me ama. Por que você não me convida para orar com você? Eu gostaria muito de orar com alguém que fosse tão ligado a mim. Por que você? Esse sempre foi o meu grande questionamento, esse sempre foi o maior desejo que uma garota de dezesseis anos teve. Afinal, não é todos os dias que se faz essa idade estando dentro da Igreja, sendo cristã, confessando a fé em Jesus. 
Antes que me perguntem, meu nome é Catarine, tenho 16 anos, sou cristã, moro em uma terra distante, não sei quase nada sobre a vida e o que eu sei é que o amor é o maior sentimento, não sei como existem pessoas que conseguem viver sem cultivá-lo. Por muitos anos me apaixonei por um rapaz, o nome dele é Caio, mora do lado da casa da minha avó, tem a mesma idade que eu e vai na mesma Igreja também. Se aproximamos na escola, ele sempre me convidava para fazer trabalho junto, eu sempre aceitei, ele era o amor da minha vida, todos os cultos em que ele ia, eu sempre observava a forma como ele cantava, aliás, eu esqueci de dizer que ele fazia parte do ministério de louvor, tudo nele era lindo. Após alguns meses começamos a namorar, era tudo muito belo, passeávamos todos os dias, tomávamos sorvete, riamos de nós mesmos, falávamos sobre diversos assuntos, os momentos em que eu estava com ele, eram os melhores, estava certa de que havia encontrado o amor da minha vida.
O Caio sempre foi um bom menino, sempre cantou na Igreja, tirava boas notas na escola, trabalhava, e sempre me chamou a atenção, quando começamos a namorar, ele sempre me perguntava sobre a minha opinião sobre as coisas, não me faltava com respeito, orava comigo pedindo para Deus abençoar o nosso namoro, ele era assim. Depois de alguns meses ele começou a andar com alguns rapazes da escola, e eles começaram a palpitar no nosso namoro, falavam para ele como era que deveria me tratar, o que ele poderia ou não permitir. Esses rapazes começaram a influenciar o Caio aos poucos, primeiro, convenceram ele de matar aquela aula de filosofia, depois o convenceram de que ele precisava parar de ser bobo e agir igual a eles. Meu namorado ficou tão influenciado por eles que eu já nem tinha liberdade para conversar com ele sem a presença de um desses garotos, me senti sufocada, eu o amava mas ele estava tão diferente, não sabia mais o que fazer, procurei o Pastor mas não resolveu, procurei minha família mas não puderam ajudar, então eu me ajoelhei, orei a Deus, pedindo solução, a resposta veio. Decidi conversar com o Caio e dizer para ele tudo o que eu estava vivendo no nosso relacionamento, contei que não estava me sentindo bem com os seus amigos se metendo entre nós, disse tudo. Ele não quis compreender, achou que eu estava o pressionando, forçando as coisas, mas eu deixei bem claro que ele deveria pedir para Deus lhe dar uma resposta. Alguns dias depois ele me ligou, disse que havia errado, pediu desculpas, me mandou flores com um cartão escrito "Me perdoa?", logo os meus cachorros começaram a latir, fui vê quem era, me deparei com alguém que a muito tempo tinha viajado mas que agora voltou, sim, o meu antigo namorado, que conversava comigo, me levava para passear, fazia dos meus dias melhores, havia chegado, e eu contente voltei a ser pra ele alguém que nunca deveria ter deixado de ser. "Eu te perdoo" sussurrei em seu ouvido ao o abraçar.



Você quer ser feliz por um instante? Vingue-se. Você quer ser feliz para sempre? Perdoe.     
- Tertuliano










2 comentários:

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  2. Olá... queria saber o que você fez para que o seu blog atingisse este numero de visitantes?
    E como você ganha dinheiro com os seus posts?
    Desde já quero parabenizá-la pelo blog, pois é muito bem feito!
    Muito obrigada!!!

    ResponderExcluir

09/10/2013

Eu te perdoo


Por que você não me manda flores? Queria muito receber de alguém algo que me lembrasse os bons momentos vividos ao seu lado. Por que você não liga pra mim? Gosto muito de ouvir a voz de alguém que me ama. Por que você não me convida para orar com você? Eu gostaria muito de orar com alguém que fosse tão ligado a mim. Por que você? Esse sempre foi o meu grande questionamento, esse sempre foi o maior desejo que uma garota de dezesseis anos teve. Afinal, não é todos os dias que se faz essa idade estando dentro da Igreja, sendo cristã, confessando a fé em Jesus. 
Antes que me perguntem, meu nome é Catarine, tenho 16 anos, sou cristã, moro em uma terra distante, não sei quase nada sobre a vida e o que eu sei é que o amor é o maior sentimento, não sei como existem pessoas que conseguem viver sem cultivá-lo. Por muitos anos me apaixonei por um rapaz, o nome dele é Caio, mora do lado da casa da minha avó, tem a mesma idade que eu e vai na mesma Igreja também. Se aproximamos na escola, ele sempre me convidava para fazer trabalho junto, eu sempre aceitei, ele era o amor da minha vida, todos os cultos em que ele ia, eu sempre observava a forma como ele cantava, aliás, eu esqueci de dizer que ele fazia parte do ministério de louvor, tudo nele era lindo. Após alguns meses começamos a namorar, era tudo muito belo, passeávamos todos os dias, tomávamos sorvete, riamos de nós mesmos, falávamos sobre diversos assuntos, os momentos em que eu estava com ele, eram os melhores, estava certa de que havia encontrado o amor da minha vida.
O Caio sempre foi um bom menino, sempre cantou na Igreja, tirava boas notas na escola, trabalhava, e sempre me chamou a atenção, quando começamos a namorar, ele sempre me perguntava sobre a minha opinião sobre as coisas, não me faltava com respeito, orava comigo pedindo para Deus abençoar o nosso namoro, ele era assim. Depois de alguns meses ele começou a andar com alguns rapazes da escola, e eles começaram a palpitar no nosso namoro, falavam para ele como era que deveria me tratar, o que ele poderia ou não permitir. Esses rapazes começaram a influenciar o Caio aos poucos, primeiro, convenceram ele de matar aquela aula de filosofia, depois o convenceram de que ele precisava parar de ser bobo e agir igual a eles. Meu namorado ficou tão influenciado por eles que eu já nem tinha liberdade para conversar com ele sem a presença de um desses garotos, me senti sufocada, eu o amava mas ele estava tão diferente, não sabia mais o que fazer, procurei o Pastor mas não resolveu, procurei minha família mas não puderam ajudar, então eu me ajoelhei, orei a Deus, pedindo solução, a resposta veio. Decidi conversar com o Caio e dizer para ele tudo o que eu estava vivendo no nosso relacionamento, contei que não estava me sentindo bem com os seus amigos se metendo entre nós, disse tudo. Ele não quis compreender, achou que eu estava o pressionando, forçando as coisas, mas eu deixei bem claro que ele deveria pedir para Deus lhe dar uma resposta. Alguns dias depois ele me ligou, disse que havia errado, pediu desculpas, me mandou flores com um cartão escrito "Me perdoa?", logo os meus cachorros começaram a latir, fui vê quem era, me deparei com alguém que a muito tempo tinha viajado mas que agora voltou, sim, o meu antigo namorado, que conversava comigo, me levava para passear, fazia dos meus dias melhores, havia chegado, e eu contente voltei a ser pra ele alguém que nunca deveria ter deixado de ser. "Eu te perdoo" sussurrei em seu ouvido ao o abraçar.



Você quer ser feliz por um instante? Vingue-se. Você quer ser feliz para sempre? Perdoe.     
- Tertuliano










2 comentários:

  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  2. Olá... queria saber o que você fez para que o seu blog atingisse este numero de visitantes?
    E como você ganha dinheiro com os seus posts?
    Desde já quero parabenizá-la pelo blog, pois é muito bem feito!
    Muito obrigada!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Aviso!

Imagens própria e da Internet. Textos escritos por Edmara Oliveira. Não ao plágio. Não é autorizado qualquer cópia sem seu consentimento. Plágio é crime, Artigo 184 do código penal.

Online

Tecnologia do Blogger.

Like us

Leia Gospel +

Licença

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo