Sou pecadora. Quanto mais eu lembro disso mais eu mergulho na graça. Os pregadores sempre nos dizem que não devemos se considerar como éramos antes de virmos para Jesus, porém, se eu não me colocar como pecadora e me sentir uma vou achar que sou perfeita e que não tem mais do que Jesus me perdoar, o que não é verdade. Mas quando me coloco na posição de pecadora não posso usá-la como uma desculpa para o pecado e cair e sair para fora da vontade de Deus. Sou pecadora mas vivo como um santo, por causa da imagem e semelhança do meu Pai, "semelhança" não é ser igual por isso que continuo a ser pecadora, não por que quero mas porque eu careço da graça de Deus, e continuo a ser santo. 
Não devemos viver nos culpando e batendo nossa cabeça contra a parede pelo fato de não conseguirmos ser o tempo todo perfeitos, porque essa é a graça, é não conseguirmos alcançar um favor de Deus através de mérito. Todos os dias quando eu acordo pela manhã eu começo o meu dia provando da graça de ter vida e de ter saúde. É muito clichê isso, parece que estou menosprezando as outras pessoas que não possuem vida e saúde mas não, eu estou falando que deveríamos ser mais gratos pela graça. 
Eu me sinto como aquele publicano que se sentia tão pecador e imerecido de Deus que ao orar não lhe saíram outras palavras a não ser: "Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Lucas 18:13". Ele se humilhou para Deus, não queria se achar ou bancar uma de humildão, não, ele só queria que Deus o perdoasse apesar dele ser pecador e não merecer. Muitos preferem o lugar do fariseu, comparar em medida a santidade, sentir-se superior por não ser igual e por longos anos de obras à Deus, erguer o nariz e apontar os outros como fracos e indignos de alcançar a graça. O fariseu se exalta e o publicano se humilha. No reino dos céus o menor é o maior. 
Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora. E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta. E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais? E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem. Lucas 7:39-43
Aquela mulher sabia que era pecadora e que Jesus era tudo o que ela tinha na vida, ela sabia que Jesus valia mais que qualquer óleo caro que ela possuísse, a adoração dela a Jesus foi perfeita, ela se entregou por completo naquele momento, reconhecendo o quão pecadora era. E conseguiu chamar a atenção do mestre. É assim que quero ser e é assim que quero me derramar na presença dele, Jesus.
 Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.Lucas 18:14



Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

07/11/2016

Sou pecadora

 Sou pecadora. Quanto mais eu lembro disso mais eu mergulho na graça. Os pregadores sempre nos dizem que não devemos se considerar como éramos antes de virmos para Jesus, porém, se eu não me colocar como pecadora e me sentir uma vou achar que sou perfeita e que não tem mais do que Jesus me perdoar, o que não é verdade. Mas quando me coloco na posição de pecadora não posso usá-la como uma desculpa para o pecado e cair e sair para fora da vontade de Deus. Sou pecadora mas vivo como um santo, por causa da imagem e semelhança do meu Pai, "semelhança" não é ser igual por isso que continuo a ser pecadora, não por que quero mas porque eu careço da graça de Deus, e continuo a ser santo. 
Não devemos viver nos culpando e batendo nossa cabeça contra a parede pelo fato de não conseguirmos ser o tempo todo perfeitos, porque essa é a graça, é não conseguirmos alcançar um favor de Deus através de mérito. Todos os dias quando eu acordo pela manhã eu começo o meu dia provando da graça de ter vida e de ter saúde. É muito clichê isso, parece que estou menosprezando as outras pessoas que não possuem vida e saúde mas não, eu estou falando que deveríamos ser mais gratos pela graça. 
Eu me sinto como aquele publicano que se sentia tão pecador e imerecido de Deus que ao orar não lhe saíram outras palavras a não ser: "Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Lucas 18:13". Ele se humilhou para Deus, não queria se achar ou bancar uma de humildão, não, ele só queria que Deus o perdoasse apesar dele ser pecador e não merecer. Muitos preferem o lugar do fariseu, comparar em medida a santidade, sentir-se superior por não ser igual e por longos anos de obras à Deus, erguer o nariz e apontar os outros como fracos e indignos de alcançar a graça. O fariseu se exalta e o publicano se humilha. No reino dos céus o menor é o maior. 
Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora. E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta. E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais? E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem. Lucas 7:39-43
Aquela mulher sabia que era pecadora e que Jesus era tudo o que ela tinha na vida, ela sabia que Jesus valia mais que qualquer óleo caro que ela possuísse, a adoração dela a Jesus foi perfeita, ela se entregou por completo naquele momento, reconhecendo o quão pecadora era. E conseguiu chamar a atenção do mestre. É assim que quero ser e é assim que quero me derramar na presença dele, Jesus.
 Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.Lucas 18:14


Nenhum comentário:

Postar um comentário